Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Geraldo Resende processa Passaia por danos morais, calúnia e difamação

14 Set 2010 - 09h20Por Fátima News com assessoria

O deputado federal Geraldo Resende protocolizou ontem dois pedidos de providências contra o ex-secretário de Comunicação da Prefeitura de Dourados, Eleandro Passaia.

Numa ação ele pede reparação de danos morais, na Justiça local, e o outro é uma representação criminal no Ministério Público Estadual. Segundo o deputado, ambos são relativos à citação indevida e criminosa de seu nome no livro “A Máfia de Paletó”.

Na ação, protocolada sob o número 002.10.202987-5 Geraldo pede indenização por danos morais. Nesta peça, o deputado afirma que Passaia lhe caluniou e difamou lançando suposições que, sem afirmar diretamente, procuram lhe atingir a honra.

Na representação, protocolada com o número MPE 1715/10, o deputado afirma que o objetivo de Passaia foi denegrir a sua imagem junto à opinião pública sul-mato-grossense e por isso pede a condenação do ex-secretário com base nos artigos 138 e 139 do Código Penal, que prevêem penas de um mês a dois anos de prisão e multa.

Geraldo entende que Passaia resolveu publicar o livro por meio do qual, entre outros objetivos, “procurou promover-se às minhas custas e conspurcar a minha honra”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat