SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 25 de fevereiro de 2018
UNIPAR_468
RIO_DOURADOS
2 de julho de 2010 07h53

Geraldo Resende assume luta pela mudança de traçado da Ferroeste

Fátima News, com assessoria

Em reunião realizada com lideranças empresariais, industriais e de classes essa semana, em Naviraí, o deputado federal Geraldo Resende aceitou o chamado e assumiu o compromisso de lutar pela mudança no traçado original da FERROESTE, que hoje passa a 30 km de distância do perímetro urbano da cidade.

A idéia está mobilizando lideres sociais, políticos e comunitários de Naviraí. Um movimento comandado pelos representantes da Maçonaria, entre eles, o empresário Vinícius Andrade, já ganhou o apoio dos veículos de comunicação e de toda a população.

“Eu sempre defendi os interesses de Naviraí no Congresso. Minha relação de parceria com a cidade já rendeu muitos e bons frutos. Não tenho como ficar fora dessa luta agora”, diz Geraldo Resende.

Quando fala da parceria com a cidade, Geraldo se refere à constante luta por recursos federais que já premitiram realizar a reforma do Hospital e a construção de um novo laboratório, entre tantas outras obras importantes para o desenvolvimento da cidade.

“Estamos conseguindo recursos para a construção de um dos mais modernos ginásios de esporte do interior do Estado. Também já conseguimos recursos para resolver um problema crônico de saneamento, no Bairro Varjão. Isso sem falar no asfalto do jardim Paraíso e da Avenida  João Rigonato, na implantação do SAMU e na construção de um posto do programa Estarégia de Saúde da Família”, lembra o deputado.

Agora, literalmente, convocado a se somar à luta que está sendo encabeçada pela Maçonaria e que já reúne dezenas de outras entidades, empresários e lideranças políticas locais, Geraldo assume o compromisso de liderar o movimento no Congresso. O esforço é para mudar o traçado da Ferroeste, obra prevista no PAC II, mas que – no traçado original, passa a trinta quilômetros da cidade de Naviraí.

Líder local do movimento, o industrial Vinicius Andrade (Erva Mate Campanário), disse que a ferrovia é imprescindível para a continuidade do progresso do município de Naviraí, mas que os benefício gerados por ela serão melhor absorvidos caso os trilhos margeiem o perímetro urbano. “O traçado projetado passa há cerca de 30 quilômetros a oeste da cidade.  Nossa luta é para mudar esse traçado e para isso já conseguimos o apoio e a união de toda a sociedade naviraiense. Tenho certeza de que vamos viabilizar o projeto de contrução de um ramal ferroviário para a cidade”, argumenta Vinícius.

A preocupação de todos é com a manutenção do crescimento do parque industrial e o aumento do interesse de novos investidores, pois a ferrovia é um modal de transporte que permite o barateamento de 20 a 30% nos custos de escoamento dos produtos, o que reflete uma redução significativa nos custos de produção também.

“As grandes empresas e exportadoras gostam de investir em municípios que tenham ferrovias e uma cidade pólo como Naviraí, cuja importância regional é inquestionável, não pode ficar a margem deste processo de modernização”, conclui o deputado Geraldo.

Comentários
Veja Também
ASSOMASUL_FEVEREIRO_2018
FORTALEZA
pupa
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.