Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Geraldo quer psicólogos e assistentes sociais em escolas públicas

23 Jul 2010 - 07h59Por Fátima News com a Assessoria

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) garantiu, durante reunião com um grupo de assistentes sociais de Dourados, que vai aproveitar o recesso parlamentar para intensificar as articulações, junto aos líderes de bancada no Congresso Nacional, no intuito de acelerar a apreciação do projeto de lei (PLC 60/2007), que dispõe sobre a obrigatoriedade dos serviços de psicologia e de assistência social nas escolas públicas de educação básica de todo o país.

Conforme o deputado, o projeto já foi aprovado pela comissão de Educação e Assuntos Sociais do Senado e aguarda agora a apreciação em plenário. Além de garantir total apoio à proposta, Geraldo informou aos profissionais que vai trabalhar para que o PCL 60 seja votado nas primeiras sessões deliberativas do Senado depois do recesso. Se aprovado, o projeto retorna à Câmara dos Deputados para votação do parecer do Senador Flavio Arns (PT-PR).

Conforme o deputado, a inclusão dos psicólogos e dos assistentes sociais entre os profissionais que atuam na educação básica será de fundamental importância para a melhoria da qualidade do ensino em todo o Brasil. Segundo ele, esses profissionais serão parceiros dos gestores, professores, outros trabalhadores e membros da comunidade escolar e trabalharão na implantação de projetos pedagógicos que promovam a inclusão social, a consolidação de escolas democráticas, bem como a mediação das relações sociais e institucionais.

“A aprovação desse projeto representa um avanço na educação e no mercado. O assistente social e o psicólogo na escola tiram do professor a enorme carga de lidar com questões que, às vezes, que fogem de seu objeto de trabalho, como o contato com a família, as mediações nas questões de violência, evasão e a articulação com a rede de serviços públicos”, ressaltou Geraldo.

Geraldo é um antigo defensor dos assistentes sociais na rede de serviços públicos. É de autoria do parlamentar o projeto de lei que prevê a inclusão dos profissionais de assistência social nas equipes do programa ESF (Estratégia Saúde da Família).

Atualmente a proposta está em tramitação na Comissão de Seguridade e Saúde da Câmara dos Deputados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz passa mal ao abraçar e beijar a mãe pela primeira vez
FURACÃO
Atlético-PR ganha nos penaltis e é campeão da Sul-Americana
PROVAS ROBUSTAS
PF apreende R$ 2 milhões em busca em endereços de Aécio e aliados de Temer
INCREDIBILIDADE
Um Governo ficha-suja: mais da metade dos ministros estão enrolados
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça