Menu
SADER_FULL
terça, 21 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Geraldo cobra urgência para o projeto da UFGD

29 Jun 2004 - 16h20
 

O deputado federal Geraldo Resende (PPS) está cobrando do governo federal agilidade no envio do projeto da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) para votação no Congresso Nacional. Em pronunciamento que fará na quinta-feira, o parlamentar vai abordar a trajetória da luta da sociedade douradense e apontar as dificuldades que devem ser superadas para que o sonho se torne realidade. Além de falar da UFGD, Geraldo Resende vai citar os problemas do curso de Medicina e do futuro HU (Hospital Universitário), cobrando providências que foram prometidas para a sociedade douradense e até agora não foram implementadas.

O deputado vai falar sobre o projeto de lei autorizativo, de sua autoria, proposto em 16 de junho do ano passado, e que foi entregue, junto com os estudos da comissão técnica montada pelo campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) em Dourados, para o vice-presidente José de Alencar, o presidente Lula e ao então ministro da Educação, Cristóvam Buarque. Segundo Geraldo Resende, o projeto foi retirado após cumprir o objetivo de fomentar discussões junto aos mais diversos escalões do governo federal e para evitar a partidarização e luta por paternidade de uma matéria que é de toda a sociedade.

Para o parlamentar, após as manifestações de apoio do governo federal, é preciso agora que o Ministério da Educação encaminhe o projeto para ser formatado no Ministério do Planejamento e este, envie à Casa Civil, que dará prosseguimento aos trâmites necessários para o envio à Câmara Federal e ao Senado. “Esperamos que esse processo se dê o mais rápido possível, para que a matéria possa ser votada ainda este ano”, afirma Geraldo Resende. “A sociedade douradense já esperou muitos anos pela UFGD, que sem dúvida, será a consolidação de Dourados como pólo educacional”. Para o deputado, no entanto, além da aprovação do projeto pelo Congresso, é necessário que as deficiências do curso de Medicina também sejam sanadas, como a contratação de professores concursados, a conclusão do bloco do curso, a ativação plena do Hospital Universitário, entre outras.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

BORA PRA BONITO - MS
Passeios em Bonito tem até 60% de desconto para sul-mato-grossenses
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Trágico acidente mata família que seguia para curtir as férias na praia
LUTO NA MÚSICA
Cantor sofre infarto, fã tenta reanimá-lo, mas ele morre no palco
MEDIDAS DRÁSTICAS
Morador que possuir foco de dengue em casa será multado na hora
ACIDENTE FATAL
Idosa de 79 anos morre após ser atropelada por motocicleta em MS
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Youtuber e peão de rodeio morrem após carro bater em carreta com toras
REALITY SHOW 2020
'BBB 20': conheça os participantes do programa; lista tem famosos da internet
FUJA DO PREJUIZO
Saiba como renegociar planos de celular, TV a cabo e internet
NOVA ANDRADINA - TURISMO
Ciclistas de Nova Andradina pedalam mais de 750 km para chegar ao litoral catarinense
FÉRIAS DOS FAMOSOS
De biquíni, filha de Glória Pires ostenta corpão em férias