Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 18 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Geraldo apóia piso salarial para PM’s

26 Mai 2010 - 10h40Por Assessoria

Mesmo em missão oficial no exterior, o deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS) acompanha com atenção a tramitação de matérias relevantes, como é o caso da PEC 300, que cria um piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares, com base nos salários pagos no Distrito Federal. O parlamentar, que já se manifestou favorável, está torcendo para que a votação em primeiro turno seja concluída essa semana.

Geraldo Resende foi o único parlamentar de Mato Grosso do Sul que participou da Marcha pela Aprovação da PEC 300, em 2 de março deste ano, em Brasília, que ocorreu na Esplanada dos Ministérios e contou com policiais militares e bombeiros de todo o país. “Foi uma grande e justa mobilização que teve meu total apoio, porque sou a favor da dignidade dos trabalhadores da segurança pública”, afirmou.

Pela proposta, o piso seria de R$ 4,5 mil para praças em início de carreira e de R$ 9 mil para oficiais, pondo fim à diferença salarial entre PMs e bombeiros do Distrito Federal com a de outros Estados. Atualmente um soldado da PM do Estado do Rio de Janeiro (RJ) recebe cerca de R$ 818,54 por mês, enquanto que no Distrito Federal (DF) essa renda é de R$ 3.368,01.

O autor da PEC, deputado Capitão Assumção (PSB-ES) considera que a equiparação valoriza os profissionais, com reflexos positivos para toda a sociedade: “Hoje os trabalhadores da segurança pública estão sobrecarregados com as suas tarefas normais e ainda têm de enfrentar o trabalho informal. Então, suplantaríamos essa questão e teríamos profissionais com dedicação exclusiva. A sociedade sairá ganhando”.

Para Geraldo Resende, a valorização da categoria, além de ser uma justiça social e uma forma de equilibrar as diferenças regionais “faz com que os homens e mulheres de bem, que arriscam suas vidas para nos proteger, sejam menos assediados por corruptores, e, assim, o Estado e os direito individuais ficarão cada vez mais salvaguardados”.

         Além de Geraldo Resende, outros 320 deputados assinaram requerimento de apoio à PEC 300, cujo texto-base já foi aprovado em primeiro turno na Câmara. Agora, para que o primeiro turno seja concluído, os deputados terão que votar quatros destaques. Após essa fase, a matéria terá de passar por outro turno de votação para seguir, então, ao Senado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto