Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 19 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Geração de energia elétrica sobe 4% em julho no País

1 Ago 2007 - 04h13

Órgão que administrada a produção de energia elétrica no País, o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) divulgou nesta tarde de terça-feira (dia 31) dados preliminares que revelam o aumento de 4.0% na geração de energia elétrica em julho sobre o mesmo período do ano passado.

Em termos absolutos, a geração total em julho oscilou em torno de 48.019 MW médios, com acréscimo de 1.831 MW médios sobre o contabilizado em igual período de 2006.

Em relação a junho, houve aumento de 0,5% e no período acumulado em 12 meses a variação ficou em 4,3%. No acumulado em sete meses, até julho, a expansão foi de 4,4% em relação a igual período de 2006.

A expansão de julho está em linha com as projeções do ONS e da EPE (Empresa de Pesquisa Energética), que trabalham com cenário de expansão de 4,0% ao ano para os próximos 10 anos no crescimento do mercado interno.

Os dados deste mês, porém, estão abaixo do observado no período de março a maio. Em março, por exemplo, a expansão atingiu 5,39% em relação ao mesmo mês do ano passado, subindo para 7,52% em abril e 5,13% em maio.

O ritmo mais acelerado nesses meses resultou principalmente da temperatura mais elevada no verão deste ano, em relação ao registrado em 2006.

Energia no campo

Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrical) deu hoje mais um passo no processo de enquadramento de cooperativas de eletrificação rural na condição de distribuidoras de energia.

A diretoria da agência aprovou hoje as tarifas básicas que virão a ser cobradas por 22 cooperativas que ganharão o status de "permissionárias" de distribuição de energia. Juntas, elas abastecem mais de 150 mil unidades de consumo em regiões rurais dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Sergipe.

A próxima etapa será enquadrá-las formalmente como permissionárias de distribuição. A partir daí, as cooperativas terão um prazo de 45 dias para assinar os contratos de permissão e 60 dias para assinar contratos da compra de energia que vão revender, de uso do sistema de distribuição e de conexão.

As tarifas-base que foram aprovadas hoje equivalem a valores de 2003 e serão atualizados pelo IGP-M até a data em que forem assinados os contratos de permissão.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra