Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 21 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Gebio retira 15 caminhões de lixode córrego em Naviraí

17 Ago 2007 - 05h40
O Gebio – Grupo de Estudos em Proteção a Biodiversidade, dando seqüência ao projeto que prevê a avaliação, recuperação e conservação dos córregos Touro e Tarumã, promoveu o primeiro mutirão de limpeza no leito e margens dos respectivos córregos.
Para realizar o mutirão, o Gebio que é uma ONG – Organização Não Governamental, ambientalista, com sede em Naviraí, envolveu adultos e crianças na limpeza do córrego. “Encontramos de tudo lá. Achamos até um sofá jogado no meio do leito do córrego do Touro”, conta a diretora executiva da Gebio, bióloga Claudenice Faxina Zucca.
Aproveitando o trabalho de mutirão, a cada material poluente retirado do interior e nas proximidades dos córregos, os membros do Gebio orientaram e pediram apoio dos moradores e, especialmente, das crianças, para que auxiliem no trabalho de recuperação e conservação das belezas naturais ainda existentes nos remanescentes do Touro e do Tarumã.
Um dos membros atuantes da ong Gebio, o ambientalista Heatclif Horing, informa que foram retirados um total de 15 caminhões de lixo e entulhos, todos recolhidos nos fundos das casas, no bairro Eldorado (situadas a poucos metros do córrego), e no leito do mesmo.
“Contamos com o total apoio da prefeitura, através do Núcleo de Limpeza Urbana da Gerência de Obras, que enviou efetivo pessoal e caminhões para o recolhimento total do lixo”, destaca Claudenice. “Voltamos a pedir apoio de toda a população e das crianças para que nos ajudem, não jogando mais lixo no córrego e, sobretudo, denunciando quem jogar, ligando diretamente para a Gebio através do telefone 3461-1089 ou para a Gerência de Meio Ambiente do município, pelo telefone 3461-7699”.
A ambientalista do Gebio aponta que o mutirão faz parte do projeto de recuperação do córrego, e uma das propostas do projeto é promover a educação ambiental da população. “Agora, estamos aguardando os proprietários de terras, principalmente os produtores pecuaristas, a assinarem o TAC (Termo de Ajuste e Conduta) com a Promotoria Pública do Meio Ambiente, permitindo a cerca da APP – Área de Preservação Ambiental, para começarmos a plantar as mudas de espécies nativas, pois sem a cerca, o gado entra e destrói o que plantamos”.
Ao fazer esta explicação, Claudenice acrescentou que alguns fazendeiros já começaram a fazer a cerca. “Nestes locais já vamos começar a plantar mudas de espécies nativas, no mês que vem. Tudo isso dentro do cronograma objetivando a recuperação da micro-bacia do córrego Touro e Tarumã, propiciando no contexto geral a conservação da biodiversidade para que possamos garantir o mínimo visando melhorar a qualidade de vida da população de Naviraí, principalmente em benefício das gerações futuras”, concluiu a diretora executiva do Gebio.

 

 

Portal do MS


Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura