Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Gasolina fica 1,5% mais cara a partir de hoje

6 Ago 2004 - 07h48

A partir desta sexta-feira, a gasolina vai ficar 1,5% mais cara nas bombas dos postos da Petrobras. O aumento é conseqüente do alta do preço do álcool determinado pelos usineiros. O reajuste da gasolina nas bombas já é o terceiro do ano.

A BR distribuidora vai repassar o aumento de 12% do álcool para a gasolina a partir de hoje em todo o Brasil, o que significa cerca de R$ 0,02 a mais por litro na bomba. A gasolina conta com uma mistura de 25% de álcool em sua composição. O percentual já havia sido adiantado pelo presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra.

O álcool também vai subir cerca de 6%. O prejuízo na safra de cana-de-açúcar paulista causado pela chuva, de abril à primeira quinzena de junho, levou os produtores de álcool a aumentarem o preço médio de venda às distribuidoras em 11%, provocando um aumento para o consumidor.

O diretor da Única, Antônio Pádua Rodrigues, afirmou que os produtores tiveram que aumentar o preço do álcool porque as chuvas no Estado de São Paulo diminuíram a produção 1 bilhão de litros de álcool, correspondentes ao mercado de um mês de produção.

"A produção foi inferior ao que o mercado esperava devido às condições climáticas. Quando chove não há como colher nem produzir a cana-de-açúcar, temos que parar. Deixamos de produzir 15 milhões de toneladas de cana de abril na primeira quinzena de junho e reduzimos a moagem de cana em 12% em relação ao mesmo período do ano passado", disse o empresário.

Segundo Pádua, o aumento de preços no Estado de São Paulo pode refletir nos outros estados da região Centro-Sul. Ao todo são 230 produtores na região, responsáveis por mais de 80% da produção nacional. "Para baixar o preço do álcool, o produtor teria que ter um incremento forte de oferta para recuperar o tempo perdido, o que não acontecerá tão rápido. É mais provável que o preço fique estável após esse reajuste", avalia Pádua.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço dos combustíveis é liberado por lei aos produtores, distribuidores e postos de gasolina e o reajuste não depende de tabelamento nem de autorização do governo.

A ANP age apenas monitorando e acompanhando os preços dos combustíveis no mercado e, caso detecte algum indício de infração à ordem econômica, comunica ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e à Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça.

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATAQUE CANINO
Criança de dois anos é morta no quintal de casa por cachorro rottweiler
INFANTICIDIO
Padrasto teria sentado em cima da cabeça de bebê que morreu,foi espancado na cadeia
SOB INVESTIGAÇÃO
Jornalista do site Lei Seca Maricá foi assassinado com 3 tiros
VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento