Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Atlético-MG x flu

Galo chega ao empate com o Flu graças a dois gols de falta de R10

A quarta-feira foi de chuva e frio em Belo Horizonte

5 Set 2013 - 07h00Por Gazeta Esportiva

A quarta-feira foi de chuva e frio em Belo Horizonte durante praticamente todo o dia, condições do tempo que aparentemente influenciou os jogadores do Atlético-MG, que não conseguiram fazer um bom jogo no Independência, ficando no empate em 2 a 2, diante do Fluminense. A atuação alvinegra não teve brilho, com um time frio e sem vibração, contra um Tricolor bem postado em campo e jogando com inteligência.

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo armador Wagner, que aproveitou falha de Luan e não perdoou o goleiro Victor. Mesmo sem jogar bem, o Galo chegou ao empate com Ronaldinho em cobrança de falta perfeita. No segundo tempo Rhayner marcou o segundo dos visitantes e R10 voltou a deixar tudo igual em nova cobrança de falta. O resultado foi ruim para as duas equipes, que ainda patinam no Brasileiro, com 21 pontos em favor do Atlético-MG, contra 19 do Fluminense.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG vai enfrentar o Vitória, jogo marcado para o próximo sábado, no Barradão. Já o Fluminense vai medir forças contra o Bahia, no Maracanã, jogo também marcado para o sábado.

O jogo – O equilíbrio de forças marcou o início do duelo entre Atlético-MG e Fluminense no Independência. Enquanto o Galo procurou explorar as bolas paradas com Ronaldinho Gaúcho e a troca constante de posições entre os jogadores do ataque, o Tricolor tentou agredir os alvinegros usando, principalmente as laterais do campo.

A forte marcação de ambos os lado prevaleceu em boa parte etapa inicial, resultando em poucas chances efetivas de gol. Em uma das chegadas do Fluminense, Rafinha foi à linha de fundo e cruzou para área, Luan tentou cortar e errou bisonhamente, deixando Wagner livre para fuzilar o goleiro Victor, abrindo o placar no horto, no primeiro lance de perigo dos cariocas.

O gol do Fluminense obrigou os atleticanos a atacar em busca do empate. Aos poucos, o Galo foi intensificando a pressão, mas os mineiros encontraram dificuldades para transpor a linha de marcadores dos visitantes, que passaram a atuar nos contra-ataques e explorando os erros do Atlético-MG, que foram vários durante toda a partida.

Bruno Cantini/CAM
O goleiro Diego Cavalieri nada pôde fazer para impedir os gols de falta de Ronaldinho Gaúcho

A principal falha alvinegra foi sem dúvida a troca de passes, que não funcionou bem, com o time de Vanderlei Luxemburgo recuperando a bola com relativa facilidade. Com isso, os cariocas passaram a ditar o ritmo da partida, que foi lento do lado Tricolor, irritando o torcedor atleticano nas cadeiras do Independência.

Como o Galo não conseguiu chegar tocando a bola, coube ao craque Ronaldinho brilhar com um momento de genialidade. Aos 47, o craque cobrou falta com maestria, sem chances para Diego Cavalieri, empatando o marcador no Horto. A igualdade, mesmo sem jogar bem deu moral para o Atlético-MG voltar mais ligado para a etapa final.

Apoiado pela torcida, o Atlético-MG passou a perseguir a virada com mais afinco, mas ainda errando muito passes. Gesticulando bastante, o técnico Cuca procurou orientar os comandados, pedindo bola no chão e maior aproximação dos companheiros. Acuado no campo defensivo, o Fluminense priorizou a marcação e os contra-ataques nos 45 minutos finais.

Aos 27, a jogada rápida do Fluminense funcionou, e Rhayner arrancou em velocidade ganhando dos zagueiros do Galo e tocando por cobertura na saída de Victor, anotando um belo gol no Horto para recolocar o Tricolor em vantagem. Dois minutos depois, Rhayner fez falta em Neto Berola e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso do jogo.

Com um jogador a mais em campo, o Atlético-MG se lançou a frente em busca da igualdade. Aos 37, Ronaldinho voltou a brilhar em mais uma cobrança de falta perfeita, empatando o jogo em Belo Horizonte. Os minutos finais foram de pressão total do Galo, que não conseguiu chegar ao gol da virada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares