Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 21 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Funcionários das Federais voltam ao MEC para discutir greve

21 Jul 2004 - 08h45
A decisão de suspensão da greve dos cerca de 150 mil servidores técnicos administrativos das universidades federais e escolas federais de ensino médio terá mais uma rodada de negociação. Os representantes da Federação dos Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra) e do Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Escolas Federais (Sinasefe) voltam a se reunir às 16h, no Ministério da Educação, para definir os pontos que não foram consenso na discussão do projeto de lei que institui o plano de carreira dos servidores.

Segundo o coordenador geral da Fasubra, Paulo Henrique dos Santos, quatro pontos travam a negociação do plano de carreira que foi apresentado pelo ministério hoje: o cronograma de implantação, a definição do índice de reajuste de uma função para outra, a incorporação das gratificações e a adesão de alguns servidores à renúncia de ações judiciais que correm contra o Ministério da Educação. “É ainda um passo inicial. Temos alguns pontos a debater com a categoria, para que não haja prejuízos”, disse Santos.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

MACACOS FAZ SEXO COLO DE UMA MULHER
Inusitado e constrangedor: Macacos fazem sexo no colo de turista – Veja o vídeo
TRAIÇÃO
Mulher flagra marido com novinha e a faz andar pelada na rua
RAÇA ASSASSINA
Rottweiler mata doze bezerros em propriedade rural
TRAGEDIA NA RODOVIA
Grave acidente envolve três caminhões e um carro na PR 180; uma pessoa morreu
FÁTIMA DO SUL - NESTA QUARTA-FEIRA
Esclarecimentos sobre porte de armas e suas aquisições acontece nesta quarta-feira em Fátima do Sul
ESTUDANTES
Estudantes podem se inscrever no Sisu a partir desta terça-feira
TECNOLOGIA
Clientes de bancos digitais vão poder sacar dinheiro em padarias e supermercados
VALOR INDEVIDO
Mais de 4 milhões de motoristas vão receber restituição da diferença do DPVAT
DESEMPREGO À VISTA
Petrobras vai demitir funcionário aposentado após reforma da Previdência
BORA PRA BONITO - MS
Passeios em Bonito tem até 60% de desconto para sul-mato-grossenses