Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 25 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Funasa de MS exibe trabalhos em três capitais

19 Mai 2010 - 17h05Por Assessoria
A servidora e enfermeira especialista em Saúde Pública da Coordenação Regional de Mato Grosso do Sul, Eliete Domingues Rios Maggioni, apresenta no dia 20 de maio a partir das 19 horas no auditório da Universidade Dom Bosco (UCDB) em Campo Grande, um pôster titulado: “Caracterização da Saúde dos Servidores das Casas de Saúde Indígenas e Pólos - Base da Fundação Nacional de Saúde de Mato Grosso do Sul”. O trabalho foi selecionado pela Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN/MS) sessão Mato Grosso do Sul, que realizará de 17 a 21 de maio a 26ª Semana de Enfermagem da ABEN/MS.

A enfermeira Técnica responsável pelo Programa de Controle da Tuberculose em Áreas Indígenas do Distrito Sanitário Especial Indígena da FUNASA de Mato Grosso do Sul, Roselene Lopes de Oliveira Figueiredo, foi convidada pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) a participar entre os dias 26 e 29 de maio, do IV Encontro Nacional de Tuberculose e I Fórum da Parceria Brasileira Contra Tuberculose, no Rio de Janeiro (RJ). No dia 28, às 16h45 no auditório do Hotel Windsor, a Técnica do DSEI vai proferir a palestra “Diagnóstico e Tratamento da Tuberculose na População Indígena” e no dia 27 a partir das 10h10 está agendada uma apresentação na Conferência sobre a “Experiência de Controle da TB no DSEI Mato Grosso do Sul”.


O evento conta com apoio do Ministério da Saúde e Rede Brasileira de Pesquisa em Tuberculose, contará com a participação do Departamento de Saúde Indígena/FUNASA e de representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Da FUNASA de Mato Grosso do Sul, também participam do Congresso à convite do DESAI- Departamento de Saúde Indígena: o auxiliar de enfermagem do Pólo-Base de Amambaí, Alexsandro Santos Heirinch, responsável pela leitura das lâminas de material com suspeita de Tuberculose coletado nas aldeias da região sul do Estado e o presidente do Conselho Distrital Indígena - Condisi – Fernando Silva Souza.

Com o título “Implantação do Programa de DST/HIV/Aids/Hepatites no Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul – DSEI/MS”, o trabalho do enfermeiro e responsável Técnico pelo Programa DST/AIDS da Fundação Nacional de Saúde de MS, Newton Gonçalves de Figueiredo foi eleito um dos 100 melhores do país, que serão apresentados de 16 a 19 de Junho em Brasília no VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais. O título que foi selecionado entre 2.800 trabalhos inscritos, premiou o Técnico com bolsa integral para apresentação em Brasília, incluindo passagem aérea, estadia e alimentação, para acompanhar todo o Congresso.

“É importante que haja valorização e reconhecimento contínuos das pesquisas desenvolvidas pelos técnicos da Coordenação Regional de Mato Grosso do Sul, que sempre é referenciada como modelo de ações bem sucedidas e projetos piloto implantados nas comunidades indígenas do Estado. Tantos convites e aprovações em diferentes áreas são prova disso”, destacou o coordenador regional Flavio Britto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TOCAIA
Mulher é chamada pelo nome e ao atender leva vários tiros
100 EDUCAÇÃO
Revoltada, mãe denuncia que criança voltou da creche com cocô amarrado em mochila
MEGA SENA
Mega-Sena segue acumulada e prêmio chega a R$ 105 MILHÕES
100 MUDAR HORÁRIO
Bolsonaro assina decreto que encerra com o horário de verão
FAMOSIDADES
Xuxa mostra vídeo de seu cabelo sendo raspado pela filha, Sasha
SEGUNDA EMBOSCADA
Empresário de Distribuidora de Bebidas é atingido por 24 tiros e sobrevive
DUPLO ASSASSINATO
Em trama diabólica Homem matou casal de irmãos para receber seguro de vida da ex-mulher
ACUMULOU
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 105 milhões
FAMOSIDADES
Fim do mistério!Namorado de Maria Melilo é empresário,75 anos e patrimônio de R$ 200 milhões
CRUELDADE
Após assalto, idosa de 81 anos espancada por bandidos, morre