Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Frio leva turistas às compras de agasalhos na Bolívia

25 Mai 2007 - 09h30
 

O frio inesperado leva muita gente a cruzar a fronteira para comprar agasalhos na Bolívia. Atraídos pelos preços baixos, brasileiros viajam quilômetros até o comércio popular das cidades vizinhas a Corumbá.

 

O outono com baixas temperaturas aquece as vendas no centro comercial Boliviano de Porto Quijaro, perto da linha de fronteia. O que mais atrai os visitantes são as roupas.

 

“O frio está muito bravo, e esse ano parece que começou até mais cedo do que o ano passado, então a gente tem que se prevenir do frio, assim como família e amigos”, diz a educadora Zilda de Fátima.

 

Casacos de todos os tipos ficam a mostra nos corredores que parecem não ter fim. Os de couro são alguns dos mais procurados e custam em média R$ 90. O poncho, característico da fronteira, custa R$ 25 e também é bastante vendido.

 

A comerciante Reina Piuca comemora a queda na temperatura “estão mais levando roupas de frio, jaquetas de couro e calças”.

 

Mas nem todos estão satisfeitos. Dezenas de turistas vem à Bolívia todos os dias atraídos pelos baixos preços dos produtos. Mas representantes do centro comercial estão preocupados. É que em outras épocas o movimento foi bem maior.

 

A representante do centro comercial, Paola Veizoza, explica que nas últimas semanas o movimento de turistas aumentou 5%. Pouco, segundo ela. “As pessoas tem medo de levar muita mercadoria por causa da cota”, conclui a comerciante. “A gente não está vendendo como deveria vender”.

 

A cota para quem compra em países que fazem fronteira com o Brasil é de US$ 300, cerca de R$ 600. A dona-de-casa Noêmia Costa Silva garante que nem com frio intenso corre o risco de extrapolar o limite. “Porque o dinheiro da gente é curto mesmo, não tem como extrapolar”.

 

 

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho