Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Frio intenso mata 79 bois nelores em fazenda de Antônio João

17 Jul 2010 - 08h14Por Mídia Max

O frio que chegou na última semana em Mato Grosso do Sul assustou os moradores, que há anos não tinham um inverno rigoroso, e se tornou destaque nacional. O portal G1 noticiou neste sábado uma tragédia rural causada pela baixa temperatura. Os animais de uma fazenda no município de Antônio João não resistiram e 79 bois morreram ontem (16) por causa do frio.

Segundo a reportagem, em poucas horas o fazendeiro perdeu 25% do rebanho.

Técnicas da Agência de Defesa Sanitária que vistoriaram a propriedade explicaram que os animais da raça nelore não têm muita resistência ao frio, principalmente quando a temperatura cai bruscamente, como aconteceu nesta semana em MS.

Enquanto na segunda-feira (12) os sul-mato-grossenses enfrentavam um calor de 32 graus Celsius, ontem a região sul do estado registrou 3 graus, com sensação térmica de 2 graus Celsius negativos. Segundo as técnicas, os animais podem ter ficado vulneráveis e uma bactéria qualquer pode, nestas ocasiões, literalmente tomar conta de todo corpo do bovino, causando a morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat