Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 12 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Frente fria provoca chuva e queda nas temperaturas nesta terça-feira em MS

17 Set 2013 - 06h50Por G1

A terça-feira (17) em Mato Grosso do Sul terá pancadas de chuva acompanhadas de rajadas de vento, trovoadas e queda de granizo. O motivo, segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é uma frente fria que passa pela região nordeste do estado.

Segundo a meteorologista Odete Chiesa, após a passagem da frente, o ar frio deve provocar um acentuado declínio da temperatura ao longo do dia, principalmente na região sul e oeste. A velocidade dos ventos pode alcançar 60 km/h.

Em Campo Grande, o dia deve amanhecer com céu nublado e chuva isolada. As temperaturas podem oscilar entre 15°C e 21°C.

Em Amambai, região sul, a terça-feira deve amanhecer com chuva e ter queda nas temperaturas durante o dia. A minima pode chegar aos 11°C. A máxima pode atingir os 16°C.

Em Três Lagoas, há possibilidades de pancadas de chuva e trovoadas durante toda a terça-feira. As temperaturas variam entre 17°C e 28°C.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo
TERROR
Ataque dentro da Catedral deixa ao menos cinco mortos em Campinas
REVIDE
Passageiro atropelado por motorista de aplicativo após vomitar em carro está em coma
A SERVIÇO DE DEUS
Angela Bismarchi festeja diploma para ser pastora: ‘Eu era pecadora e não sabia’
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz dá caixa com terra de cova de Gabriel para Valentina
INTOCÁVEL
PF pediu prisão domiciliar de Aécio, Cristiane Brasil e Paulinho da Força, mas PGR e STF não concede