Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Força-tarefa fiscaliza alta abusiva de planos de saúde em MS

14 Jul 2004 - 07h02
 

O Ministério Público e o Procon (Promotoria de Defesa do Consumidor) já estão atuando conjuntamente contra os reajustes abusivos dos planos de Saúde em Mato Grosso do Sul. Na semana passada, O DPDC(Departamento Nacional de Defesa do Consumidor) e o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) enviaram nota técnica subsidiando as ações do órgão em Mato Grosso do Sul.

Segundo a coordenadora do Procon, Patrícia Mara da Silva, as queixas quanto ao aumento abusivo estão sendo conduzidas de forma regular pelo órgão, em que os processos passam pela tentativa de acordo com a empresa e caso não haja resultado, define-se pela ação judicial. Já o Ministério Público tem recebido as informações, encaminhadas pelo Procon, podendo instaurar inquérito para investigar os casos abusivos.

“A proposta é tentar manter o equilíbrio dos contratos e combater os reajustes abusivos”, resumiu a advogada, citando que não ainda um levantamento no órgão sobre a quantidade de queixas contra os seguros. Patrícia exemplificou o problema, lembrando que hoje um consumidor procurou o Procon com uma tarifa que passou de R$ 500,00 para R$ 900,00.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'