Menu
SADER_FULL
quarta, 17 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Fiscais resgatam 67 trabalhadores em situação degradante no PR

27 Jul 2010 - 05h15Por Folha Online

Um grupo de fiscais de combate ao trabalho escravo do Ministério do Trabalho e Emprego resgatou 67 trabalhadores em uma atividade de reflorestamento no município de Palmas, no Paraná.

Eles estavam em condições consideradas degradantes, em alojamentos pequenos e superlotados localizados em contêineres e em um barraco de madeira. Não havia colchões e cobertores para todos nem instalações sanitárias adequadas.

Segundo informações do grupo móvel do Ministério do Trabalho, a água para consumo, apanhada em córregos, não era potável. A maioria dos trabalhadores não tinha carteira de trabalho e não estavam sendo feitos depósitos no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), além de não haver fornecimento de equipamentos de proteção adequados.

As instalações também não tinham luz e, entre os funcionários, cinco eram menores de 18 anos. Os fiscais lavraram 54 autos de infração e as duas empresas responsabilizadas terão de pagar R$ 108.609 em rescisões contratuais e R$ 169 mil por danos morais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESCARGA ELÉTRICA
Técnico de Rerigeração morre após sofrer choque ao manusear microondas
DOENÇA DO SÉCULO
Rapaz que se jogou da ponte do Rio Piquiri se despediu de amiga antes
COMOÇÃO
Jovem de 19 anos morre após contrair bactéria em parto
NOVELA GLOBAL
Josiane mata de novo em 'A dona do pedaço': saiba quem é a próxima vítima!
NOVELA GLOBAL
'A dona do pedaço': Maria da Paz conhece Gilda, que lhe vende mansão cara
ECLIPSE LUNAR
Eclipse parcial da Lua poderá ser visto em todo o Brasil; veja os horários
BARBÁRIE
Moça de 22 anos é agredida até a morte após se negar a fazer sexo
COMOÇÃO
Jovem Lenara, filha de vice prefeito morre vitima de câncer
100 REMEDIOS
Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios;veja aqui a lista dos medicamentos cortados
ABANDONADA NO ALTAR
Morre jovem que casou sozinha após ser abandonada no altar