Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 22 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Fiscais resgatam 67 trabalhadores em situação degradante no PR

27 Jul 2010 - 05h15Por Folha Online

Um grupo de fiscais de combate ao trabalho escravo do Ministério do Trabalho e Emprego resgatou 67 trabalhadores em uma atividade de reflorestamento no município de Palmas, no Paraná.

Eles estavam em condições consideradas degradantes, em alojamentos pequenos e superlotados localizados em contêineres e em um barraco de madeira. Não havia colchões e cobertores para todos nem instalações sanitárias adequadas.

Segundo informações do grupo móvel do Ministério do Trabalho, a água para consumo, apanhada em córregos, não era potável. A maioria dos trabalhadores não tinha carteira de trabalho e não estavam sendo feitos depósitos no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), além de não haver fornecimento de equipamentos de proteção adequados.

As instalações também não tinham luz e, entre os funcionários, cinco eram menores de 18 anos. Os fiscais lavraram 54 autos de infração e as duas empresas responsabilizadas terão de pagar R$ 108.609 em rescisões contratuais e R$ 169 mil por danos morais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito