Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Fifa descarta punição a Dunga por ofensas a jornalista

22 Jun 2010 - 08h24Por G1


A Fifa descartou uma punição ao técnico brasileiro Dunga depois da polêmica entrevista realizada após a vitória sobre a Costa do Marfim, no domingo, quando xingou um dos jornalistas presentes. Nesta terça-feira, no encontro diário com a imprensa com a presença de membros do Comitê Organizador Local, a entidade afirmou que não encontrou indícios para punir o treinador da Seleção.

Dunga corria o risco de ser enquadrado no artigo 57 do Código Disciplinar da Fifa, que indica que "qualquer pessoa que se dirija a alguém de forma ofensiva por gestos ou linguagem, violando a boa conduta, corre o risco de sofrer sanções".

"O Comitê não achou base para abrir uma investigação sobre o treinador brasileiro", disse o porta-voz da Fifa, Pekka Odriozola, nesta terça, em Johannesburgo, na África do Sul.

O episódio se deu com o jornalista da Rede Globo, Alex Escobar. Dunga interrompeu uma resposta, em que falava sobre um pedido da imprensa para tirar Luís Fabiano do time após a estreia diante da Coreia do Norte, ao ver que o profissional balançava a cabeça enquanto falava no celular.

O técnico, então, interpelou diretamente Escobar, perguntando se havia "algum problema" com ele. Depois, pronunciou alguns xingamentos que vazaram no áudio da sala de imprensa.

No ano passado, em um caso semelhante, o argentino Diego Maradona recebeu uma punição e uma multa da entidade depois de ofender jornalistas em entrevista coletiva.

Em outubro de 2009, depois da vitória sobre o Uruguai que classificou a Argentina para a Copa do Mundo, na última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, Maradona ofendeu os profissionais da imprensa presentes na entrevista coletiva, mandando que "chupassem e continuassem a chupar".

A Fifa considerou as palavras grosseiras e puniu o técnico, suspendendo-o por dois meses de qualquer atividade ligada ao futebol, além de aplicar uma multa de 25 mil francos suíços (R$ 36,6 mil). Por causa da punição, Maradona não pôde acompanhar o sorteio dos grupos do Mundial da África do Sul, em dezembro de 2009.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'