Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Festival América do Sul terá mais de 200 atividades

17 Set 2004 - 09h47
O Festival América do Sul que será aberto oficialmente pelo governador Zeca do PT, nesta noite, terá cerca de 240 atividades com objetivo de promover um intercâmbio cultural, intelectual e socioeconômico entre 10 dos 13 países sul-americanos, até dia 25 de setembro.

Quem estiver em Corumbá durante o evento vai poder desfrutar de uma extensa programação artística - shows musicais, mostras de vídeo e cinema, teatro, dança, literatura, artesanato e artes visuais –, além de painéis e seminários que vão discutir questões voltadas ao meio ambiente, cultura, turismo, desenvolvimento e integração do continente.

Na abertura do evento estarão presentes autoridades governamentais de diversos países do continente, além de outras personalidades. Neste dia serão feitas homenagens a oito importantes nomes da América do Sul: Augusto Roa Bastos (Paraguai), Domitilla Barrios de Chungara (Bolívia), Pablo Neruda (Chile), Mercedes Sosa (Argentina), Marta Guarani, Apolônio de Carvalho, Milton Nascimento e Manoel de Barros (Brasil). “São ícones da história sul-americana e os escolhemos por sua trajetória de luta e comprometimento com a cidadania e a cultura”, avalia o secretário de Cultura de MS, Silvio Nucci.

Dos treze países da América do Sul, dez estão participando da programação do Festival. Serão 240 atividades distribuídas nos nove dias do evento, com apresentações em Corumbá e Ladário, além de Puerto Suárez e Puerto Quijarro (Bolívia). A programação diária começará às 9h e terminará às 2h da manhã. Em 95% dos atrativos a entrada será franca. Somente em alguns shows que vão acontecer no Pavilhão do Porto será cobrado ingresso (R$ 10,00).

Entre as atrações musicais nacionais estão Milton Nascimento, Almir Sater, Cordel do Fogo Encantado, Jorge Aragão, Marcelo D2, Alceu Valença, MP4, Yamandú Costa, Manassés, Marcelo Loureiro e Jica y Turcão. A banda Paiko (Paraguai); Isabel Parra e Rodrigo Hernández (Chile); Patrícia Saravia e Daniel F. (Peru); Fito Paez, Dante Ledesma, Celeste Carballo e Mercedes Sosa Group (Argentina) e a Orquestra Mattos Rodrigues (Uruguai) compõem o time de sul-americanos que vão se apresentar em Corumbá.

A música sul-mato-grossense será representada pelos irmãos Geraldo, Tetê e Alzira Espíndola, Chalana de Prata, Grupo Acaba, Aurélio Miranda, João Figar, Lenilde Ramos, Tostão e Guarani, Beth e Betinha, Amambay e Amambaí, Maciel Corrêa, Masis, Bojo Male, Kurikaka e Makako, Olho de Gato, O Bando do Velho Jack, Orquestra de Câmara do Pantanal e a Banda Municipal de Corumbá.

Outras atividades culturais do festival que se destacam são o projeto Portinari, uma mostra multimídia sobre a obra do artista plástico, e a exposição da Fundação Pablo Neruda em homenagem ao centenário de nascimento do escritor. As apresentações do grupo paraguaio Ballet Folclórico Luque Poty; os bolivianos do La Diablada Urus; o tango argentino de Gathi Fernandes e Sérgio Cortazzo; o Grupo Sarandi Pantaneiro e a Oficina de Dança do Pantanal prometem contagiar as ruas de Corumbá. Eles irão dividir o espaço com as apresentações de teatro do Grupo Lume, Touro Candil, Ruberval Cunha, Shita Yamashita, Salim Haqzan, Grupo de Risco, Fernando Cruz, Eloketi Okowó, Cia. da Lona, Maria Mole, Locombia (Colômbia), La Gran Marcha de los Muñcones (Peru) e Grupo Polizón de Teatro (Uruguai). Haverá também o lançamento de livros, exposições de artesanato e artes plásticas, além de mostras de cinema e vídeo.

Em meio à pluralidade da programação artística serão realizados seminários e painéis com os seguintes temas: A América do Sul e suas Relações Econômicas e Culturais com o Mundo Globalizado; História e Cultura na América do Sul; Integração e Desenvolvimento; Televisão e Democracia na América do Sul; Meio Ambiente; Turismo; Artes Plásticas; Literatura e Cinema. Os debates terão a participação de autoridades governamentais, lideranças representativas, artistas e intelectuais.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS