Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Fátima do Sul realiza 2ª etapa de vacinação contra Poliomielite

24 Ago 2007 - 08h03

A Secretaria Municipal de Saúde de Fátima do Sul, já está com todos os preparativos para a 2ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite ou “paralisia infantil” que este ano tem o slogan Duas gotinhas, eu tomei. As vacinas já estão disponíveis no postos de saúde do município e do distrito de Culturama, em horário normal até sexta-feira. A campanha será aberta no sábado (25), e contará com várias novidades para as crianças que compareceram para tomar a vacina, sendo que no sábado, só haverá dois postos de vacinação, sendo eles: Em Fátima do Sul o local será o CONVIVER, e no Distrito de Culturama, o local será a Unidade de Saúde local, e terá seu início a partir das 8h da manhã indo até às 16h. A secretaria pede para que levem o cartão de vacinação. A Secretaria de Saúde tem uma meta para vacinação de cerca de 1.300 crianças dentro do município de Fátima do Sul.

 

A Poliomielite é uma doença infecto-contagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro clássico de paralisia flácida de início súbito. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, podendo deixar seqüelas evoluindo para um quadro de paralisia permanente.

 

Em 1980, iniciaram-se os Dias Nacionais de Vacinação contra a Poliomielite, quando num único dia foram vacinadas mais de 18 milhões de crianças menores de cinco anos, com cobertura vacinal plena. O sucesso da campanha vem se repetindo, apesar de algumas oscilações nos percentuais de crianças vacinadas. O último caso de Poliomielite foi registrado no município de Souza, na Paraíba em 1989. Em 1994, o Brasil obteve o certificado internacional de erradicação da transmissão autóctone do poliovírus selvagem. Desde então, o País assumiu o compromisso de manter altas coberturas vacinais de forma homogênea e uma vigilância epidemiológica ativa, visando evitar a reintrodução do poliovírus.

 

A estratégia de aplicar a Vacina Oral contra a Poliomielite (VOP) em massa foi adotada em 1980, quando foi realizado pela primeira vez o Dia Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Cerca de 18 milhões de crianças foram vacinadas. Desde então o sucesso vem se repetindo ano a ano, o que levou à erradicação da doença em território nacional. O último caso de pólio foi registrado em 1989, em Sousa, na Paraíba.
A vacina contra a pólio é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a única maneira de erradicar a doença em todo o mundo.

 

Além da vacina contra a pólio, também estarão disponíveis nos postos de saúde outras vacinas do calendário nacional, como a tetravalente (difteria, tétano, coqueluche e meningite), tríplice viral (sarampo, rubéola e  caxumba), hepatite B e rotavirus.
 
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho