Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 19 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Famílias gastam 11% mais com alimentos e produtos do lar

23 Ago 2007 - 09h42

Os gastos das famílias avançaram 11% no primeiro semestre do ano em comparação com o mesmo período de 2006, indicando que as famílias consumiram e pagaram mais pelos produtos para abastecer o lar. Individualmente, o consumo dos brasileiros cresceu 6%. O crescimento da massa salarial e a ampliação na oferta de crédito estão entre os motivos para a alta.

Os dados constam de estudo da LatinPanel e inclui produtos das cestas de alimentos, bebidas e itens de higiene e limpeza.

Segundo a pesquisa, a classe C (famílias com renda mensal entre quatro e dez salários mínimos) foi o motor do consumo no semestre. Os lares desse estrato social, que representa 33% da população e 35% do consumo, ampliaram em 3% o volume médio comprado.

Já as famílias das classes AB e DE registram 1% de expansão. A Classe C também foi a que mais ampliou os gastos (7%), contra 6%, na classe AB, e 4%, na DE.

Segundo o levantamento, o número de famílias da classe C que passaram a consumir com regularidade as categorias monitoradas pela LatinPanel também registrou evolução de 3 pontos percentuais, o que significa 435 mil domicílios a mais indo às compras. Nas classes AB e DE, a expansão foi de apenas 1 ponto percentual, no mesmo período, ou seja, aproximadamente 99 mil e 295 mil domicílios a mais, respectivamente.

Os produtos que tiveram maior aumento de volume comprado no primeiro semestre foram as bebidas à base de soja, com alta de 25%, os iogurtes, 25%, os sucos prontos, 16%, molho de tomate,13% e sopas instantâneas, 9%. Em contrapartida, os itens que registram maiores quedas de volume foram os pães (-15%), água mineral (-8%), colônias (-7%), café solúvel (-6% ) e leites (-5%).

A pesquisa também apurou os produtos que ampliaram o número de domicílios compradores. Lideram a lista os iogurtes e o requeijão com alta de 7 pontos percentuais cada, o queijo petit suisse (6 pontos), o creme de leite e o molho de tomate (5 pontos cada). Na outra ponta, registraram queda no número de domicílios compradores os desodorantes, os pós shampoos e a farinha de trigo, todos com retração em 1 ponto percentual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto