SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 11 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
4 de Agosto de 2017 13h55

Família realiza sonho de jovem especial e organiza festa com tema de gari

os grandes heróis de Igor Rodrigues Pereira não têm superpoderes.

Extra

Princesas e personagens de quadrinhos são os temas mais pedidos por aniversariantes na decoração das festinhas. Mas os grandes heróis de Igor Rodrigues Pereira não têm superpoderes. A força deles está na vassoura, item indispensável para enfeitar sua festa, inspirada nesse personagem que pode até não varrer o vilão da história, mas, com seu uniforme laranja inconfundível, deixa a cidade muito mais amigável e limpa: o gari.

Acometido aos 6 meses de vida por uma meningite que deixou sérias sequelas neurológicas, Igor fará 28 anos no dia 12. Para celebrar a data, os pais vão realizar o sonho do filho especial de ter uma festa com os laranjinhas.

Morador do Chapéu Mangueira, no Leme, o rapaz mora com a mãe, Janaina Novaes, de 54 anos, caixa de supermercado, e o pai, Cosme Pereira, de 58, porteiro. Para organizar a comemoração, a família pediu ajuda à Comlurb, e o gari Renato Sorriso confirmou presença.

 

Igor com os pais e o irmão mais velhoIgor com os pais e o irmão mais velho Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo

 

— Muita gente pode achar estranho fazermos uma festa para meu filho com o tema garis, mas o sentimento dele por essa categoria é puro e bonito. Ele é um rapaz com deficiência intelectual, mas que consegue enxergar a importância da profissão desses trabalhadores. Algo que muitas pessoas estudadas não têm — explica Janaina.

A mãe coruja conta que o filho sempre fica muito feliz ao ver os varredores em sua rua:

— Ele adora ficar no muro esperando os rapazes passarem. Os olhos do Igor brilham. Ele grita, e o pessoal já conhece, responde, manda abraço.

A Comlurb doou muitos enfeites para usar na decoração.

— A roupa da festa (uniforme laranja para Igor) foi doada por um gari que trabalha aqui perto. Ele se sentiu homenageado quando soube do tema da festa do meu filho — disse a mãe.

Para Cosme, o carinho do filho pelos garis é um exemplo:

— Esses homens são verdadeiros guerreiros.

Para o gari Adevaldo Ferreira, de 59 anos, a festa de Igor é uma das maiores homenagens que já recebeu:

— Fico muito honrado de ter esse reconhecimento de uma família tão querida quanto à do Igor. Não perco essa festa por nada. Estou sabendo que vai ser uma roda de samba muito animada.

Mãe cria ONG de apoio a jovens

Enquanto vestia o filho com o uniforme laranja, Janaina desabafou sobre as dificuldades de criar o rapaz dentro da comunidade e com poucos recursos. Ela lembra que Igor teve bolsa de estudos até os 18 anos, mas, com a maioridade, perdeu o benefício:

— Igor é como se fosse uma criança de um metro e noventa, amorosa e com as dificuldades de comunicação. Depois que ele parou de estudar, o nosso trabalho aumentou muito. Foi nesse momento que passei a enxergar como outras mães de pessoas com problemas mentais também enfrentam dificuldades para conseguir criar seus filhos.

 

Janaina arruma a o uniforme de gari que o filho ganhouJanaina arruma a o uniforme de gari que o filho ganhou Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo

 

Para tentar reunir e dar apoio a outras famílias com o mesmo problema, em 2012, Janaina criou a ONG SOS Anjos Especiais. O projeto ajuda, por meio de padrinhos, jovens com problemas mentais.

— A gente consegue cestas básicas, materiais de higiene e roupas também. Como é muito difícil ver crianças autistas em festas, todo fim de ano fazemos uma para cerca de 30 criança, e elas encontram o Papai Noel. Sei que é pouco, mas é a forma que encontrei de ajudar outras mães. Os interessados em nos ajudar, podem nos procurar pelo facebook.com/SOS-Anjos-Especiais.

Comentários
Veja Também
LISTINHA_ONLINE
TASS_300
LÉO_GÁS_300
Últimas Notícias
  
FÁBRICA_CALÇADOS
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.