Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 16 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Família inteira é envenenada em Cuiabá

8 Out 2004 - 07h00
Seis pessoas de uma mesma família - duas adultas, três crianças e uma adolescente - foram vítimas de envenenamento com raticida dentro de casa no último fim de semana em Cuiabá. A empregada doméstica, uma jovem de 19 anos que trabalhava na residência havia pouco mais de um mês, é a principal suspeita. Todos estão sob observação.

Todos da família ingeriram água ou leite nos quais alguém havia colocado porções do raticida granulado que o casal comprara dias antes para combater roedores. Conforme relato de um parente do casal, no sábado pela manhã uma das crianças flagrou a empregada retirando R$ 40 da bolsa de sua mãe. Imediatamente, relatou o fato aos pais.

Pressionada, a doméstica acabou confessando o delito e devolvendo o dinheiro à patroa. Mas depois de dizer que a demitiria, a empresária ainda permitiu que a empregada continuasse na casa para concluir algumas tarefas, e logo depois saiu para o trabalho com o marido levando três filhos menores.

No sábado à noite, quando retornaram, contou uma das vítimas, perceberam que havia bolinhas azuis no fundo dos recipientes de água. O pai decidiu jogar a água fora. Na manhã seguinte, quando coava o leite que estava fervido na geladeira para oferecer aos filhos, a mãe percebeu que bolinhas semelhantes àquelas que estavam na água se juntaram na nata dentro da peneira. Somente nesse momento que o casal se lembrou do veneno de rato que estava guardado numa caixinha, de consistência semelhante. Naquele momento todos na casa já haviam bebido leite ou água.

Na Delegacia Metropolitana, o casal relatou o fato e registrou a ocorrência pedindo que a polícia investigue o caso. Como esse veneno seria de efeito retardado, a partir de segunda feira a família começou a ter problemas.

A adolescente já foi internada duas vezes, na terça-feira e ontem à tarde. Agora as seis pessoas estão sendo acompanhadas no setor de envenenamento do Pronto-Socorro. Ao entrar na corrente sangüínea o veneno pode provocar hemorragia dias depois da ingestão. Chamada a depor, a doméstica negou toda as acusações.

 

Diário de Cuiabá

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’
NOVA LEI
Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos
SUCATA
Jovem transforma pneus velhos em lindas caminhas para pets.
ENTRETENIMENTO
Com direito a uniforme e crachá, “cão frentista” viraliza e ganha milhares de fãs