Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 17 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Faltam remédios para transplantados no Estado

14 Ago 2004 - 09h47
Cerca de 380 pacientes transplantados de Mato Grosso do Sul estão sem medicamentos importantes para evitar rejeição nos transplantes de rim, fígado e coração.

Os remédios que estão em falta são o “Cell cept” e o “Progaf”, que eram entregues pela Casa da Saúde, em Campo Grande. O custo de cada medicamento é, em média, mais de mil reais a caixa. De acordo com o presidente da Associação dos Renais Crônicos e Transplantados (Recromassul), Gesilvado Carlos, está sendo feita alteração do “Progaf” pelo “Cicrosporina”.

“Quem é medicado com o “Progaf”, geralmente o organismo não aceitou o “Cicrosporina”.

Outro problema que afeta quem ainda faz hemodiálise é o “Hemax” , que já está acabando, segundo o presidente da Recromassul. Aqui no Estado, são mais de mil pacientes na fila da espera por transplante.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde, os remédios devem ser entregues na semana que vem. “Para quem precisa de dois comprimidos por dia, a espera pode ser comprometedora”.
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'