Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Falta de médico no PAM superlota Hospital da Vida em Dourados

20 Set 2013 - 16h51Por Dourados Agora

A falta de médicos no PAM tem causado transtornos para quem depende do Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade é referência no atendimento de baixa complexidade em Dourados, principalmente nos finais de semana, por ser a única a oferecer atendimento à população.

Há pouco mais de três meses a situação se agravou. Nesta sexta-feira, por exemplo, nenhum atendimento foi realizado nos períodos da manhã e da tarde. Só haverá médico a partir das 18 horas.

A falta de profissionais tornou-se rotina na unidade. Ao atender os casos classificados como menor risco, o Samu encaminha os pacientes ao PAM, mas como faltam médicos, todos eles são enviados ao Hospital da Vida, único pronto de socorro do município.

Somente hoje o Samu encaminhou cerca de 12 pacientes ao Hospital da Vida. Como a unidade prioriza o atendimento aos casos mais complexos, por ser referência em trauma para 35 municípios da região, os pacientes que deveriam ser atendidos no PAM acabam aguardando um longo tempo na fila.

"Nossa prioridade é o atendimento de casos mais complexos, já que aqui é um hospital e não um posto de saúde. Sem médico no PAM, o Hospital da Vida, que já é sobrecarregado, fica numa situação ainda mais complicada", disse o diretor geral do Hospital, Orlando Martelli Filho.

Protesto

No início da tarde desta sexta-feira, grupo de moradores do conjunto Estrela Porã e vizinhança realizaram manifesto em frente ao posto de saúde do bairro. A unidade, que conta com apenas uma equipe de saúde da família, não suporta a demanda da região.

 
Grupo de moradores pedem a ampliação de equipe de saúde da família no Estrela Porã

De acordo com o morador Martin Segobia, de 33 anos, protestos serão realizados até a contratação de outra equipe da família. Cadeirante, ele mora há quase dois quilômetros do posto Celeta, no Jardim Flórida, unidade mais próxima. "A dificuldade de acessibilidade não será somente para mim e outras pessoas com problemas de locomoção, mas também para idosos e mulheres com criança pequena", argumentou.

O posto do Estrela Porã, segundo a Secretaria de Saúde, pode atender no máximo quatro mil pessoas, conforme preconiza o Ministério da Saúde. Como a região do Estrela Porã se desenvolveu, a unidade terá que ser ampliada para a contratação de nova equipe de saúde da família, no entanto, ainda não há projeto nesse sentido. O Posto Celeta atende a população em geral, sendo a unidade referência para toda a região.

A demora na marcação de exames e agenda de consultas com alguns especialistas também são motivos de reclamação da população. Há pacientes que aguardam exames há mais de dois anos.

A aposentada Alcinda Rodrigues de Oliveira, de 71 anos, teme perder a visão dos dois olhos. Ela sofre de catarata e há mais de um ano e meio aguarda uma cirurgia. "O médico no HU pediu uma ultrassom dos olhos, antes da cirurgia, mas esse exame nunca sai", questiona a aposentada, que enxerga tudo embaçado. "E a gente não tem para onde recorrer", lamentou, informando que já procurou a Defensoria Pública. "Estou quase decidida em vender a minha casa, único bem, para realizar o procedimento num hospital particular", disse em ato de desespero.

Falta de médicos

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Dourados informou ao Dourados Agora que faltam médicos interessados em atuar no SUS e que a prefeitura mantém em aberto edital para a contratação de profissionais, porém não há procura suficiente para atender toda a saúde pública municipal.

Recentemente o secretário de saúde Sebastião Nogueira, disse que “não pode inventar médico”. O secretário confirmou que não há profissional disposto a trabalhar na rede pública e quando a presidente Dilma propôs a vinda de médicos estrangeiros para o País, ele pediu 80 médicos, mas não foi contemplado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 18 - Vencedora
Veja a casa de Gleici, do'BBB 18': Sister teve o pai assassinado pelo tráfico e passou fome
Concurso Público
Polícia Federal publica autorização para promover concurso público com 500 vagas
BBB 18
'BBB 18': Gleici fala sobre planos para mudar a vida após vencer o programa
Novela Global
Fim de 'Outro lado': Clara declara amor a Gael
Fatalidade
Trabalhador morre eletrocutado em propriedade rural
Tragedia
190km/h: Motorista e passageiro morrem em grave acidente
Tapetão
MP entra no caso e Palmeiras se 'arma' para anular a final do Paulistão
Macabro
Até ser descoberto, homem pedia marmita para o pai morto
VICENTINA - PAIXÃO DE CRISTO
Assista a 'Paixão de Cristo' realizada pela Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos em Vicentina
BBB 18 - Final
Campeã do 'BBB18', Gleici quer manter romance com Wagner: 'Lutei pra conquistar'