Menu
CÂMARA BONITO SETEMBRO
quinta, 19 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
UNIGRAN NET
Brasil

Falta de laudos de estádios ameaça campeonatos de MS

25 Ago 2010 - 06h25Por Campo Grande News

A falta de laudos técnicos dos principais estádios do Estado pode ameaçar a realização da Copa MS, campeonato lançado pela Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) e que deve começar em outubro.

Em reunião realizada ontem (23) na sede da FFMS, dirigentes de clubes e da Federação discutiram o problema, um dos pontos mais críticos do futebol de Mato Grosso do Sul. Atualmente apenas o Itaporã e o Corumbaense possuem laudos dos estádios Chavinha e Arthur Marinho, onde atuam como mandantes.

Os laudos, emitidos pela Vigilância Sanitária Estadual, são enviados ao Ministério Público, que aprova ou não a entrada da torcida e a realização de partidas de futebol profissional.

O Jacques da Luz, nas Moreninhas, é um exemplo. Após receber laudos, a Promotoria Pública do Estado interditou o campo em função de restrições na infraestrutura. Assim, apenas jogadores, arbitragem, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros podem entrar no estádio.

O laudo do Morenão, que vence esta semana, poderia ameaçar a realização de jogos do Cene pelo Brasileiro da Série D caso o time confirmasse a classificação para a segunda fase. O time e a FFMS já cogitavam a realização de jogos no Madrugadão, em Três Lagoas.

De acordo com o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Francisco Cezário, as exigências do Estatuto de Torcedor e do Ministério Público aumentaram. Por isso os times devem regularizar a situação dos estádios utilizados no mando de campo tanto para a Copa MS quanto para o Estadual do ano que vem.

“Se for preciso fazer um campeonato com apenas duas equipes, será feito, mas com duas equipes exemplos. Não vamos soltar tabela e regulamento sem que todas as equipes estejam regulares”, foi taxativo.

“Se os clubes não buscarem o quanto antes a regularização, não teremos condições de participar nem do próximo Estadual. A legislação mudou muito, acabou aquele negócio de deixar para a última hora e arrumar um jeitinho brasileiro” afirmou José Rodrigues, presidente do Cene.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Antes de beijos em boate,Anitta convidava bailarina para apimentar relação com Scooby
AFRONTA
Modelo brasileira posa nua e quase é presa na Coreia do Norte
VIOLENCIA
Em manhã com cinco mortos, menino lamenta não poder sair de casa
TURISMO E DESCANSO
6 praias brasileiras para visitar antes de morrer
GASOLINA SEM REAJUSTE
Sinpetro diz que não haverá reajuste imediato no preço dos combustíveis
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Régis se aproxima de Maria da Paz, que fica mexida com ex
ALTOS HONORÁRIOS
Advogados cobram R$ 4,4 milhões de Viúva da Mega-Sena em honorários na Justiça
TRAGEDIA
Pai tenta salvar filho em incêndio, mas os dois morrem
MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne