Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Fábrica absorve produção de goiaba e abacaxi de Ivinhema

16 Mar 2007 - 10h27
O projeto de fruticultura implantado pela Prefeitura de Ivinhema ganhou mais um incremento nesta semana. Uma fábrica de exportação de Bataguassu mostrou interesse em absorver toda a produção de goiaba e abacaxi que está sendo produzida no município.

Os produtores estiveram visitando a empresa e ficaram satisfeito com as propostas, principalmente porque é mais uma garantia de mercado.

Ronaldo Manzan, que trabalha com os produtores de Ivinhema no plantio de goiaba e abacaxi, intermediou a visita junto à fábrica Refricon Vegetable Foods. Ele esteve acompanhado do secretário de Agricultura, João Tavechio; do técnico do Idaterra, Valdecir Sebastião; do presidente da Cooperavi, José Lúcio Neto; do vereador Dalgomir Buraqui; do diretor da Fundação de Meio Ambiente, Paulo Tamanini e líderes rurais das glebas.

As autoridades e produtores foram recepcionados pelo gerente geral da Refricon, Honório Eidi Yoshino, que mostrou toda a estrutura da fábrica.

Ele se prontificou em fechar parceria com Ivinhema visando à compra da produção de goiaba e abacaxi, que está sendo implantada no município através da atual administração. Este projeto de fruticultura tem como objetivo a diversificação com o fortalecimento da agricultura familiar e a geração de emprego e renda.

Honório informou que no próximo mês vai chegar mais uma máquina, importada da Argentina, ao valor de R$ 1,5 milhão, para trabalhar com frutas em compotas. Hoje, a empresa já está exportando para várias partes do Brasil, e com esta nova máquina e a produção de Ivinhema, quer expandir ainda mais os negócios, principalmente para a Europa. Esse novo maquinário já entra em funcionamento no mês de junho.

Com duas unidades localizadas estrategicamente em Bataguassu (MS) e Itapecerica da Serra (SP), a Refricon está no mercado há 14 anos, exportando e fornecendo para o mercado nacional produtos minimamente processados, in-natura selecionado e em conserva para as principais redes de Fast Food, como a McDonald´s e Buger King.

“Nosso objetivo é nos tornar líder no fornecimento de vegetais prontos para o consumo com alto valor agregado, para o mercado de food service, cozinhas, indústrias e hospitais, com qualidade reconhecida internacionalmente, aproveitando-se das vantagens competitivas que o Brasil oferece”, disse Honório Eidi.

A Refricon conta com linhas de processo de altíssima tecnologia, compostas de equipamentos de última geração provenientes do Japão, Estados Unidos, Austrália e Alemanha, complementadas com equipamentos nacionais da mais alta qualidade. A empresa mantém uma cadeia de frios dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade, desde a captação da matéria-prima até a entrega do produto final.

Contando com a parceria de produtores rurais, a Refricon garante a aquisição do volume contratado e também o preço previamente acordado, assegurando assim o abastecimento dos clientes. A unidade da refricon em Bataguassu processa conservas alimentícias como pepino fatiado e picado, mini pepinos cornichon, molhos, soja e amendoim, e agora vai investir em goiaba e abacaxi com o novo equipamento que está chegando da Argentina.
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação