Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Exposição na Catedral de Dourados marca os 50 anos da Diocese

9 Ago 2007 - 15h08
 

O fotógrafo e documentarista José Enedilton Barros lança hoje, às 19h30, no salão paroquial da Catedral Imaculada Conceição, a exposição de fotografias "Um Só Coração", que homenageia os 50 anos da Diocese de Dourados. São 75 imagens, dos 36 municípios que compõem a Diocese. O coquetel de lançamento do projeto, que começou em maio do ano passado, contará com a presença da banda da 4ª Brigada do Exército.

A mostra reúne fotos externas de 45 paróquias e da diaconia de Jateí. O trabalho foi amplamente apoiado pelos membros da Diocese. "Sem a ajuda deles seria impossível a conclusão de um projeto como esse. Tive de percorrer dezenas de cidades, fotografando detalhes e ângulos que muitas vezes passam despercebidos ao público", comenta o fotógrafo. A exposição também resgatou e restaurou imagens de bispos da Diocese. Todas as fotografias são em preto e branco, capturadas em sistema digital. José Enedilton já havia utilizado o mesmo sistema na mostra "Gente", que revelou os detalhes da Casa da Divina Providência.

A exposição, realizada no início do ano, no espaço cultural do Kikão Restaurante, reuniu 70 imagens, coletadas pelo documentarista que trabalhou como voluntário na entidade durante um ano. A idéia foi também foi uma homenagem de José Enedilton aos 50 anos da casa de assistência dirigida por Rosalina Colaço. Para o documentarista, a exposição "Um Só Coração" tem significado especial. "É um projeto diferente, um pouco trabalhoso. Percorri cidades como Taquarussu, Batayporã, Mundo Novo e Iguatemi", destaca.

"Em todas as cidades fui muito bem recebido pela comunidade católica, que agora poderá conferir o resultado dessas viagens", cita. A exposição segue até o dia 19 deste mês, aberta em horário comercial. A entrada é gratuita. "A exposição também será uma maneira da população de Dourados conhecer a arquitetura de diferentes paróquias do Estado", enfatiza José Enedilton. "O próprio tema destaca esta pluralidade: são muitos povos, vários caminhos e um só coração", frisa o fotógrafo.

Para o professor Paulo Nolasco, a exposição reflete valiosas fontes primárias da fotografia e reflete a convivência do documentarista com a Diocese de Dourados. José Enedilton pretende realizar no final do ano uma homenagem ao aniversário de Dourados. Ele planeja uma coletênea de imagens dos principais atrativos da cidade. "A idéia é enaltecer os aspectos positivos do município. Um olhar atento a tudo que nossa cidade tem de positivo", conclui o artista.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’
NOVA LEI
Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos
SUCATA
Jovem transforma pneus velhos em lindas caminhas para pets.