SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 21 de fevereiro de 2018
UNIPAR_468
RIO_DOURADOS
21 de junho de 2010 07h46

Exportações de industrializados cresceram 70% em maio

Campo Grande News
No mês de maio as exportações de produtos industrializados por Mato Grosso do Sul aumentaram 70% em relação ao mesmo período do ano passado, de US$ 106,2 milhões para US$ 180,1 milhões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Foi um recorde. Segundo o Radar da Fiems, no comparativo com abril deste ano, o crescimento de maio foi de 34%, pois no quarto mês deste ano a receita obtida alcançou o equivalente a US$ 134,5 milhões.

No acumulado do ano, as receitas totais alcançam US$ 654,4 milhões contra US$ 386,7 milhões em igual intervalo de 2009, crescimento nominal de 69%.

Com relação ao volume, no mês de maio a exportação de industrializados alcançou o equivalente a 612,1 mil toneladas, indicando, deste modo, um crescimento de 89%, em volume, sobre igual mês do ano anterior, quando as vendas externas somaram 324,5 mil toneladas.

O destaque foi para o grupo “Carnes e miudezas, cortes, peças e carcaças – Complexo frigorífico”, especialmente nas vendas de pedaços e miudezas congelados de galos e galinhas e carnes desossadas e congeladas de bovinos, que proporcionaram uma expansão, em receita, no comparativo com igual período de 2009, equivalente a 32% e 30%, respectivamente.

Em valores, o ganho adicional somado, decorrente das expansões observadas foi da ordem de US$ 53,9 milhões, crescimento de 27% sobre o saldo observado no último levantamento. No caso do grupo “Papel e celulose, embalagens de papel ou papelão e demais artefatos de papel”, o destaque, naturalmente, continua por conta da pasta química de madeira semibranqueda (celulose) que foi incorporada à pauta de industrializados no fim do primeiro quadrimestre do ano passado e que registrou, somente em 2010, uma receita de exportação equivalente a US$ 116,9 milhões ou 94% da receita total do grupo. Outro importante produto é o papel fibra, que começou a ganhar destaque no final de 2009 e neste ano até o mês de maio alcançou a marca de US$ 5,4 milhões ou 4,4% do total.

Já no grupo “Extrativo mineral – Minerais metálicos”, o valor alcançado, no ano, equivale a US$ 99,4 milhões, tendo como reflexo, em maior medida, a retomada das exportações de minérios de ferro em bruto, condição que vem se fortalecendo nos últimos meses, tanto que somente em maio as vendas do produto foram da ordem de US$ 32,2 milhões, totalizando, no ano, US$ 87,4 milhões ou 88% da receita total do grupo, resultando num volume 3,4 vezes maior que o obtido em igual período do ano passado, com uma receita, na mesma comparação, superior em 2,7 vezes.

No grupo “Açúcar e álcool”, no acumulado do ano, a receita de exportação alcança o equivalente a US$ 49,7 milhões, indicando, sobre igual período de 2009, um crescimento nominal de 36%, resultando em um valor adicional de US$ 18,5 milhões. Já em volume, na mesma comparação, a variação foi de 6%, aumento superior a 6 mil toneladas.
Comentários
Veja Também
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
LÉO_GÁS_300
LISTINHA_ONLINE
Últimas Notícias
  
pupa
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.