Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 17 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Exportações de couros crescem 34% até maio deste ano

23 Jun 2007 - 10h50
Incrementando seu market share no mercado internacional, o couro bovino brasileiro aumentou suas exportações nos primeiros cinco meses de 2007 em 9%, em volume físico, e em 41% em receita. Essa diferença é resultado da agregação de valor nas exportações, compromisso do setor para gerar empregos e divisas.

Considerando-se os embarques de couros, as exportações continuaram ascendentes em 34%, com relação ao mesmo período de 2006, aumentando de US$ 703 milhões para US$ 940 milhões, segundo dados elaborados pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB).

Com o aumento das importações de somente 14%, o saldo na balança comercial do couro atingiu um crescimento de 35% no período (US$ 877 milhões). Nos primeiros cinco meses de 2007, os embarques de couro já atingiram 50% das exportações realizadas em 2006.


Os principais destinos do couro brasileiro em receita entre janeiro e maio continuam sendo a Itália (participação de 29,12 % e crescimento de 47% quando comparado a 2006), China (participação de 22,49% e elevação de 60%) e Hong Kong (10,96% e decréscimo de 7%).

Estados Unidos, Vietnã, Indonésia, Coréia do Sul e Tailândia foram outros mercados importantes para o produto nacional. As vendas externas para o Vietnã cresceram 76% no período, saindo de US$ 13,12 milhões para US$ 23,12 milhões.

O acumulado até maio também registrou aumento nas vendas para países que não são importadores tradicionais do couro brasileiro, como é o caso do México (expansão de 157%, de US$ 5,61 milhões para US$ 14,42 milhões), República Dominicana (aumento de 317%, saindo de US$ 674,30 mil para US$ 2,81 milhões), e Cingapura, que aumentou suas importações em 716%, de US$ 673,45 mil para US$ 5,49 milhões.

Dentre outros países não compradores habituais do produto nacional cabe citar a Romênia, que importou 313% a mais, saindo de US$ 238 mil para US$ 983,46 mil; a República Tcheca, cujas compras cresceram 53 vezes, saindo de US$ 14,54 mil para US$ 774,42 mil, e as Filipinas, que importaram 137 vezes mais, saltando dos US$ 3,4 mil para US$ 466,8 mil. A Árabia Saudita também aumentou em 348% as aquisições do couro brasileiro no período, de US$ 12,1 mil para US$ 54,3 mil.

Principais estados exportadores

Segundo o balanço dos embarques de couros de janeiro a maio de 2007 ante o acumulado anterior, São Paulo detém a liderança estadual (participação de 34,49% e elevação de 41%), seguido pelo Rio Grande do Sul (participação de 24,43% e aumento de 18%), Paraná (6,53% e expansão de 57%) e Mato Grosso do Sul (6,45% e crescimento de 38%). Os demais estados são Ceará, Bahia, Goiás e Minas Gerais.
 
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'
ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’