Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Exportação da Sadia sobe 17% em abril

25 Mai 2010 - 14h24Por Conjuntura Online

A receita obtida por Sadia e BRF-Brasil Foods (antiga Perdigão) com exportações em abril aumentou 17,5% e 15,4%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2009, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

No mês passado, a Sadia exportou o equivalente a US$ 183,54 milhões, enquanto a BRF vendeu US$ 176,53 milhões para fora do País. Apesar de a BRF ter incorporado a Sadia sob o ponto de vista contábil, as empresas continuam separadas operacionalmente, à espera da aprovação da fusão entre as duas companhias pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A Seara Alimentos, incorporada pela Marfrig Alimentos no início deste ano, exportou US$ 80,87 milhões em abril, com um crescimento de 18,84% ante igual mês do ano passado. Este mês, a Marfrig não apareceu na lista das 40 maiores exportadoras elaborada pela Secex.

As indústrias de carne bovina também apresentaram aumento nas exportações no mês passado, com exceção da JBS-Friboi, que registrou queda de 5,25% na receita obtida com as vendas externas a partir do Brasil em abril, para US$ 78,75 milhões. Já o frigorífico Bertin, incorporado recentemente pela JBS, aumentou em 20,67% as suas exportações, para US$ 107,27 milhões.

O frigorífico Minerva manteve a expansão no mercado externo com um crescimento de 38,2% nas exportações de carne bovina em abril, em relação ao mesmo período de 2009, somando US$ 74,53 milhões.


 
 
A receita obtida por Sadia e BRF-Brasil Foods (antiga Perdigão) com exportações em abril aumentou 17,5% e 15,4%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2009, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

No mês passado, a Sadia exportou o equivalente a US$ 183,54 milhões, enquanto a BRF vendeu US$ 176,53 milhões para fora do País. Apesar de a BRF ter incorporado a Sadia sob o ponto de vista contábil, as empresas continuam separadas operacionalmente, à espera da aprovação da fusão entre as duas companhias pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A Seara Alimentos, incorporada pela Marfrig Alimentos no início deste ano, exportou US$ 80,87 milhões em abril, com um crescimento de 18,84% ante igual mês do ano passado. Este mês, a Marfrig não apareceu na lista das 40 maiores exportadoras elaborada pela Secex.

As indústrias de carne bovina também apresentaram aumento nas exportações no mês passado, com exceção da JBS-Friboi, que registrou queda de 5,25% na receita obtida com as vendas externas a partir do Brasil em abril, para US$ 78,75 milhões. Já o frigorífico Bertin, incorporado recentemente pela JBS, aumentou em 20,67% as suas exportações, para US$ 107,27 milhões.

O frigorífico Minerva manteve a expansão no mercado externo com um crescimento de 38,2% nas exportações de carne bovina em abril, em relação ao mesmo período de 2009, somando US$ 74,53 milhões.


 
 

A receita  obtida por Sadia e BRF-Brasil Foods (antiga Perdigão) com exportações em abril aumentou 17,5% e 15,4%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2009, segundo dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

No mês passado, a Sadia exportou o equivalente a US$ 183,54 milhões, enquanto a BRF vendeu US$ 176,53 milhões para fora do País.

Apesar de a BRF ter incorporado a Sadia sob o ponto de vista contábil, as empresas continuam separadas operacionalmente, à espera da aprovação da fusão entre as duas companhias pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

A Seara Alimentos, incorporada pela Marfrig Alimentos no início deste ano, exportou US$ 80,87 milhões em abril, com um crescimento de 18,84% ante igual mês do ano passado.

Este mês, a Marfrig não apareceu na lista das 40 maiores exportadoras elaborada pela Secex.

As indústrias de carne bovina também apresentaram aumento nas exportações no mês passado, com exceção da JBS-Friboi, que registrou queda de 5,25% na receita obtida com as vendas externas a partir do Brasil em abril, para US$ 78,75 milhões.

Já o frigorífico Bertin, incorporado recentemente pela JBS, aumentou em 20,67% as suas exportações, para US$ 107,27 milhões.

O frigorífico Minerva manteve a expansão no mercado externo com um crescimento de 38,2% nas exportações de carne bovina em abril, em relação ao mesmo período de 2009, somando US$ 74,53 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação