Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Expomara: Azambuja fala do trabalho da Bancada do Agronegócio

4 Jun 2007 - 10h28
Kelly Venturini
 
Lembrando da recente crise que fez com que os organizadores tivessem a difícil missão de decidir por não realizar a Expomara no ano de 2006, o Deputado Estadual Reinaldo Azambuja, líder do PSDB, iniciou seu discurso na abertura, realizada no sábado, dia 2 de junho, parabenizando-os pela força que os fez realizar o evento este ano. Ele destacou principalmente o empenho da comunidade, e apoio do Ministério da Agricultura, Famasul, Governo Estadual, Municipal e a força dos produtores Maracajuenses.
O deputado falou das ações do Governo que buscam o desenvolvimento do Estado destacando a entrada de novos investidores em Mato Grosso do Sul e chegada de novas usinas em Maracaju observando a importância do apoio que a Bancada do Agronegócio, que ele lidera na Assembléia junto de outros quinze deputados. "Buscamos uma política agrícola definitiva e duradoura, que é a meu ver, crucial par ao sucesso da produção de grãos neste País... Hoje com a queda da renda do produtor, com os altos custos de produção, com a impossibilidade de exportar matéria prima, e perda que estamos tendo com a queda do dólar é vital que a classe política esteja empenhada em ajudar".
 
Azambuja observou que vê hoje a cana-de-açúcar como uma ótima opção para a classe produtora de Maracaju e importante alternativa de crescimento para o Estado do MS. "Mato Grosso do Sul tem hoje 16 milhões de hectares agricultáveis, sendo 170 mil com cana... Comportamos perfeitamente a entrada desta cultura sem prejudicar a economia, e sem transformar-se numa monocultura como defendem algumas pessoas".
"Novas usinas estão se instalando em nosso município, contudo mantemos nossa produção de grãos dos anos interiores... Não estamos tirando área da produção de grãos nos estamos sim entrando com a cana na área da pecuária, deixando mais sucinta e eficiente. Acredito que essa diversificação irá ajudar a reduzir um pouco as dificuldades do setor" completou o parlamentar.
Reinaldo afirmou não ser fácil produzir em um País que tem tão alta carga tributária e taxas de juros tão pesadas para o setor produtivo mas completou dizendo que "Juntos nós políticos e classe produtora vamos continuar buscando resolver os problemas de custeio, endividamento, buscando o prolongamento das dividas... por que o produtor hoje não tem condições de honrar com os seus compromissos... ele vem suportando com dificuldades os problemas trazidos pela estiagem e tantos outros percalços dos últimos 3 ou 4 anos mas não encontra mais fôlego para os próximos..." Segundo ele o problema é político e deve ser resolvido com muito trabalho dos representantes de Mato Grosso do Sul.
Ele destacou ainda a atuação do deputado Federal Moka, e dos membros da Bancada Ruralista Federal que estiveram reunidos recentemente com as principais entidades de classe do setor produtivo do Estado e os membros da Bancada do Agronegócio, que Azambuja lidera, na Famasul. "Naquela oportunidade recebemos inclusive o governador do Estado, que esteve lá hipotecando apoio ao produtor rural nestas questões do endividamento agrícola", fato que ele observou ser inédito.
Falando em nome de dois importantes membros da Bancada do Agronegócio, presentes no evento, deputados Márcio Fernandes (PSDB) e Zé Teixeira (DEM) Azambuja fez um balanço breve da atuação desta bancada destacando as discussões que trouxeram resultados positivos junto ao Governo do Estado com relação à pauta fiscal e ainda a conquista do credenciamento do laboratório do IAGRO, que poderá realizar a sorologia da febre aftosa em Mato Grosso do Sul.
Azambuja falou da competência do produtor destacando os números que este ano foram recordes novamente e observando que no que depende  destes com ajuda do tempo, bons resultados são obtidos e o que fica a desejar é uma política agrícola que de sustentação a classe.
Reinaldo finalizou parabenizando o presidente do Sindicato Rural de Maracaju, Luiz Alberto (Mandi), e o Prefeito Municipal, Dr. Maurílio Azambuja (DEM), pela parceria que possibilitou realizar a 39ª Expomara e ainda a Secretária de Produção, Tereza Cristina pela importante atuação frente às questões sanitárias "Nunca se fez tanto em tão pouco tempo, como agora neste inicio de Governo, para resolver essas questões sanitárias, que são muito importantes para nós aqui do Mato Grosso do Sul... Somos
excelentes produtores, mas estas questões têm nos atrapalhado principalmente no que diz respeito ao mercado de exportação".
Azambuja conversou com produtores, circulou pelo parque, visitou expositores e participou ainda no sábado do Leilão, que aconteceu no Tatersal acompanhado de vereadores, lideranças locais e ainda do deputado Federal Valdemir Moka (PMDB), o vice-presidente da Famasul, Eduardo Riedel, a Senadora Marisa Serrano (PSDB) e o vice-governador Murilo Zauith que também estiveram participando do evento.

 

 

 

Fátima News


Deixe seu Comentário

Leia Também

ATAQUE CANINO
Criança de dois anos é morta no quintal de casa por cachorro rottweiler
INFANTICIDIO
Padrasto teria sentado em cima da cabeça de bebê que morreu,foi espancado na cadeia
SOB INVESTIGAÇÃO
Jornalista do site Lei Seca Maricá foi assassinado com 3 tiros
VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento