Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Exército vai atuar em ações de desmatamento irregular

13 Jul 2004 - 17h09
A portaria que permite cooperação entre ministérios para combater o desmatamento, assinada hoje, prevê recursos de R$ 10 milhões para a participação do Exército em operações conjuntas com o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Segundo José Viegas, ministro da Defesa, o valor é um começo para a cooperação entre os ministérios. Ele disse ainda que a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o teria tranqüilizado com a garantia de recursos suficientes para envolver a participação efetiva do Exército na operação.

“A assinatura da portaria permitirá que o Exército atue decididamente nas ações de combate ao desmatamento irregular, grilagem de terras, apreensão de madeiras e tantas outras que se fizerem necessárias”, disse o ministro da Defesa.

Para Marina Silva, a idéia é chegar a um processo virtuoso em que a preservação faça parte do desenvolvimento. "O nosso grande desafio é promover a inclusão social e fazer com que a Amazônia, que nos é tão cara, possa ser de fato preservada e possa ter a sua soberania resguardada", pede. "Espero que possamos dar o melhor destino para ela”.

De acordo com a ministra, a presença do Ministério do Exército se faz necessária pelo suporte logístico que oferece, como carros, barracas, aviões, helicópteros e caminhões, devendo ser operados pelo próprio Ministério. Isso permite, segundo ela, maior eficiência do trabalho. Ainda segundo Marina Silva, embora tenha havido diminuição do ritmo de desflorestamento, 23.200 quilômetros quadrados de mata foram derrubados em 2003.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat