Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 20 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Exército reforma blindados paraguaios em Dourados

25 Abr 2007 - 08h42
O 28° B Log (Batalhão Logístico) de Dourados, situado no Forte Guaicurus e subordinado à 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, inicia daqui a duas semanas o conserto de pelo menos 40 tanques blindados das Forças Armadas do Paraguai. O trabalho corresponde a uma parceria entre o Brasil e o país vizinho para reestruturação da “frota amiga”.

Na tarde desta terça-feira chegaram à oficina mecânica do 28° B Log quatro veículos modelo “Urutu”, de fabricação brasileira, que serão consertados pelos soldados de Dourados. Esses veículos estavam no distrito de Cerrito, uma das bases das Forças Armadas do Paraguai.

Para a locomoção dos veículos até Dourados foram utilizadas quatro carretas do Exército brasileiro. Cada uma delas transportou um blindado. O transporte até a fronteira foi feito pelo Exército paraguaio.

De acordo com informações dos soldados douradenses, a reforma vai começar após averiguações e constatações da situação em que cada veículo chegou a Dourados.

PARCERIA
A parceria feita entre os Ministérios de Relações Exteriores dos dois países visa a integração das Forças Armadas na realização de ações em prol da infra-estrutura das entidades.

De acordo com o subtenente Antunes, do setor de comunicação social do 28º B Log, pelo menos R$ 1,5 milhão foram liberados para o início das atividades, que pretendem se estender pelos próximos dois anos.

“Os blindados que estavam encostados apresentam muitas avarias e estão totalmente depreciados pelo tempo que ficaram ao relento no país vizinho”, disse Antunes.

O trabalho de conserto dos veículos deve abranger toda a estrutura dos blindados – mecânica, elétrica e pintura – em um serviço interno e externo bastante complexo.

De acordo com Antunes, os soldados do 28° B Log terão muito serviço pelos próximos anos e podem adquirir muita experiência para, posteriormente, ingressarem no mercado de trabalho, já que, segundo ele, a mecânica dos blindados se assemelha muito à de caminhões que circulam no Brasil. Pelo menos oito soldados paraguaios farão um intercâmbio para aprender mais sobre o conserto dos veículos.

Ainda segundo ele, os possíveis benefícios com a vinda dos veículos seria o aquecimento da economia nacional ou regional, já que a compra de peças será feita toda no Brasil, além do aperfeiçoamento das técnicas e mão de obra dos soldados, principalmente em Dourados.

“Não vejo isso como um ‘serviço alheio’. Temos muitas expectativas a respeito e o Exército ganhará muito com este trabalho”, disse Antunes.

A princípio, a verba destinada ao conserto dos veículos é proveniente da parceria entre os Ministérios de Relações Exteriores dos dois países. Entretanto, o Exército informou que a verba veio do Ministério do Brasil.

A reportagem do Diário MS entrou em contato via e-mail com os ministérios de Relações Exteriores e da Defesa para ter acesso às informações específicas sobre a parceria entre os países, mas não obteve respostas.

De acordo com informações do Exército esses blindados retornarão ao Paraguai depois de consertados e nenhuma atividade militar está sendo cogitada para “explicar” o conserto. “A reforma é um exercício de aperfeiçoamento das tropas e da logística”, disse Antunes.
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'