Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 18 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ex-prefeito de Rio Brilhante perde direitos políticos

8 Jul 2010 - 10h26Por Conjuntura Online

O ex-prefeito do município de Rio Brilhante, Paulo Ézio Cuel foi condenado por improbidade administrativa, resultado de Ação Civil Pública movida pela 1ª Promotoria de Justiça de Rio Brilhante.

A Promotora de Justiça, Paula da Silva Santos Volpe, que esteve à frente do caso, propôs a ação após constatar irregularidades na compra de materiais de construção sem processo licitatório.

Desde 2008 o inquérito tramitava no Tribunal de Justiça Mato Grosso do Sul e em junho deste ano foi proferida a sentença. Por conta da ação Paulo Cuel teve os direitos políticos suspensos pelo prazo de cinco anos e multa correspondente ao pagamento ao maior salário do executivo à época, com valores corrigidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'