Menu
SADER_FULL
terça, 16 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Ex-prefeito de Rio Brilhante perde direitos políticos

8 Jul 2010 - 10h26Por Conjuntura Online

O ex-prefeito do município de Rio Brilhante, Paulo Ézio Cuel foi condenado por improbidade administrativa, resultado de Ação Civil Pública movida pela 1ª Promotoria de Justiça de Rio Brilhante.

A Promotora de Justiça, Paula da Silva Santos Volpe, que esteve à frente do caso, propôs a ação após constatar irregularidades na compra de materiais de construção sem processo licitatório.

Desde 2008 o inquérito tramitava no Tribunal de Justiça Mato Grosso do Sul e em junho deste ano foi proferida a sentença. Por conta da ação Paulo Cuel teve os direitos políticos suspensos pelo prazo de cinco anos e multa correspondente ao pagamento ao maior salário do executivo à época, com valores corrigidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA NA RODOVIA
Morte trágica de três pessoas na PR-082, comove população
BRIGA DE FAMILIA
Pai desfere 15 golpes de facão em filho adolescente
VIOLENCIA DOMESTICA
Pai é morto a marteladas pelo filho um dia antes de aniversário
NÃO QUER QUE ELE USE
Mãe apaga narguilé do filho adolescente e leva chinelada
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que está apaixonado de verdade por Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
VAQUINHA VIRTUAL
Com dinheiro de vaquinha, morador de rua que ajudou idosa durante temporal no Rio compra casa
DURANTE MISSA
Padre Marcelo Rossi cai do altar após ser empurrado em missa
ASSASSINATO
Prefeito é morto a tiros por vereador após discussão
ATROPELAMENTO FATAL
Freira Franciscana coordenadora de catequese morre atropelada por carro
ASSASSINATO
Homem é morto na frente da filha de 11 anos por causa de dívida