Menu
SADER_FULL
sexta, 19 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Ex-prefeito de Paranaíba impugnado em R$ 190 mil pelo TCE/MS

24 Jun 2010 - 14h23Por Dourados News
O ex-prefeito de Paranaíba, Manoel Roberto Ovídio terá que devolver ao cofre municipal o valor impugnado de R$ 190.000,00, devidamente atualizado, e ainda, pagar multa de 50 Uferms por irregularidades no repasse de recurso financeiro na realização da 4º Expopar e 5º Expoleite firmado entre a Prefeitura Municipal e a Associação Beneficente de Rio Brilhante/MS. Durante a sessão desta terça-feira (22.06.10) da 1º Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul TCE/MS, foram julgados 23 processos, sendo 16 considerados irregulares.

De acordo com o conselheiro relator, José Ricardo Pereira Cabral a prestação de contas do Termo de ajuste nº 024/2007, firmado entre a Prefeitura e o Sindicato Rural de Paranaíba foi considerada irregular. No processo nº 1353/2008 “a declaração do ordenador de despesas, informa que o órgão beneficiado pelo recurso, não está em débito quanto a prestação de contas de auxilio financeiro anterior, sendo emitida em 01/06/2007”.

Já a homologação e adjudicação do repasse financeiro ao Sindicato Rural de Paranaíba no valor de R$ 220.000,00 foi emitida em 19/04/2007 (Anterior a data da declaração); e as ordens bancárias de Números 179/115 (R$ 20.550,00), 215/141 (R$ 18.000,00) e 221/014 (R$ 14.950,00) totalizando R$ 53.500,00, referem-se a repasse de recursos financeiros após 01/08/2007, data limite estipulada na cláusula segunda do termo aditivo Nº 001/07, em desacordo com o cronograma de desembolso constante do plano de trabalho, qual seja, parcela única no mês de julho.

Ainda segundo o relatório voto do conselheiro, “também foram encontradas notas fiscais e recibos de valores “sem identificação do número do Termo de Ajuste, contrariando o item 5.2 do referido termo, e ainda, pagamentos efetuados às empresas Marcinho Costa Produção Artística Ltda no valor de R$ 130.000,00, Marly Lúcia da Silva Macedo – ME R$ 15.000,00 e Marcos Zanovelo R$ 45.000,00 por meio de recibos de pagamento, sendo que a forma correta seria a emissão de notas fiscais, já que se trata de pessoas jurídicas, assim passíveis de glosa o valor de R$ 190.000,00”. Não há documentos nos autos que comprovem a liquidação de despesas.

Também foram encontradas irregularidades no processo nº 5365/2009 da Prefeitura de Paranaíba referente ao contrato administrativo nº 079/2008 para aquisição e o fornecimento de gêneros alimentícios e materiais de consumo, destinados à manutenção das atividades das diversas secretarias municipais.

Segundo relatório voto do conselheiro Iran Coelho, e presidente da 1ª Câmara foi detectada ilegalidade no procedimento licitatório referente à tomada de preços nº 7005/2008, viciando a formalização do contrato administrativo nº 079/2008 pela não comprovação da pratica de atos obrigatórios – publicidade do edital nos termos do inciso I do artigo 311 c/c o inciso II (primeira parte) do artigo 312, ambos da resolução normativa TC/MS nº057/2006.

Por fim foi, aplicada multa de 200 Uferms ao ex-prefeito Manoel Roberto Ovídio por grave infração à norma legal, concedendo o prazo de 60 dias para que efetue o recolhimento ao Fundo de Desenvolvimento, Modernização e Aperfeiçoamento do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (FUNTEC).

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura
ACIDENTE NA ESCOLA
Criança de 7 anos tem ferimentos graves após trave de futebol cair em sua cabeça em escola
ESTUPRO
Grávida de 20 anos foi estuprada ao pegar carona. Tarado filmou a ação
ACERTO DE CONTAS
Homem é morto a facadas e tem cadeado colocado na boca
POLEMICA
Funcionária de creche chamada de 'vadia' em faixa exposta em praça de MG recebe apoio