Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ex-BBB diz que tirou foto com policiais na delegacia

30 Ago 2007 - 13h45

 

O ex-BBB Rodrigo Leonel afirmou, em entrevista coletiva, na tarde de ontem, que deu autógrafos e tirou fotos com os policiais nos dias em que ficou preso na Delegacia Seccional de Barretos, no interior de São Paulo. Ele afirmou que a prisão foi uma sucessão de equívocos e que em breve tudo será esclarecido.

O campeão da segunda edição do programa de televisão foi preso no último domingo em Barretos e autuado em flagrante por tentativa de estelionato e tentativa de homicídio no Parque do Peão. Na tarde de terça-feira, ele pagou R$ 30 mil de fiança e deixou a prisão.

Caubói, como também é conhecido, afirmou que o fato de ser famoso influenciou negativamente no que ele descreveu como um "acidente". Além disso, ele disse que a polícia exagerou, a delegada o desrespeitou e que ele quer a revisão do dinheiro da fiança.

"Tenho certeza que se eu não fosse conhecido nada disso teria acontecido e eu não teria sido preso. Já presenciei outras pessoas entrando da mesma maneira que eu e nada aconteceu a elas. Sinceramente não sei que vantagem trouxe a quem agiu desta maneira comigo", declarou.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos