Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

EUA convocam Petrobras a explicar atividades no Irã

2 Mai 2007 - 17h02

A Petrobras foi chamada pelo governo norte-americano para explicar suas atividades no Irã, país que sofre embargo da Organização das Nações Unidas (ONU). A estatal vem atuando como prestadora de serviços na perfuração de dois blocos na região de Tusan, no Golfo Pérsico.

O contrato de US$ 35 milhões entre a estatal iraniana e a Petrobras prevê que se houverem descobertas, a empresa brasileira poderá discutir participação no negócio. O embargo visa evitar que o Irã seja financiado por companhias estrangeiras e possa desenvolver tecnologia nuclear com esse capital.

"Tanto nos encontros do presidente Lula com Bush, quanto nos encontros do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, com representantes do governo norte-americano, há a preocupação de quais são as atividades no país, porque é de interesse do Irã divulgar o tempo todo que estamos ampliando nossa participação lá. Isso não é verdade", disse o gerente executivo internacional da Petrobras para América, África e Eurásia, Samir Passos Awad, em entrevista durante a Offshore Technology Conference (OTC), em Houston, nos Estados Unidos.

 

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'