Menu
PASSARELA
segunda, 16 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

EUA alertam turistas sobre riscos no Brasil

6 Nov 2004 - 06h58
O Departamento de Estado norte-americano divulgou ontem um comunicado a todas as agências de turismo dos Estados Unidos alertando os turistas sobre os riscos de se visitar o Brasil. Rio, São Paulo e Brasília são consideradas as cidades mais perigosas no informe que alerta até mesmo para um risco de ataques dos funcionários da Funai.

"Os índices de criminalidade têm crescido em todo o Brasil, mas permanecem mais altos nas maiores cidades", diz o informe, publicado no site do órgão norte-americano como parte de uma seção de dicas e recomendações práticas a turistas que pretendem viajar ao Brasil. O Departamento de Estado dos Estados Unidos alerta os turistas para os riscos do Rio de Janeiro, especialmente no período do carnaval. "Visitantes devem vestir-se simplesmente quando saírem às ruas e evitar levar objetos valiosos e usar jóias ou relógios caros", diz o texto, orientando os americanos jamais irem às favelas: "Essas áreas são locais de atividades criminosas desenfreadas, e freqüentemente não são patrulhadas pela polícia".

São Paulo é descrita com ainda mais detalhamento: a Praça da Sé, a Zona Leste, a rua Augusta e a Estação da Luz são mencionadas como áreas especialmente perigosas, informa o jornal O Globo. "Todas as áreas dessa cidade têm alto índice de roubos a mão armada de pedestres. Assaltos a pedestres e motoristas, por motoboys, é uma ocorrência crescentemente comum em algumas partes de São Paulo. Vítimas que resistem se arriscam a levar um tiro", diz o alerta americano.

Amazônia e Tríplice Fronteira
A Amazônia também é terreno a ser evitado, segundo o comunicado. Lá, diz o texto, o perigo são os ataques dos indígenas brasileiros e até mesmo dos funcionários da Fundação Nacional do Índio (Funai). "Casos recentes de violência contra os interesses de cidadãos americanos, pescadores dos EUA e outros turistas aventureiros detidos por indígenas furiosos ou seus representantes no governo, a Funai, por invadir territórios protegidos, além de turistas perdidos por uma semana na floresta, enfatizam os riscos inerentes de visitar uma das maiores áreas selvagens do mundo", diz o informe americano.

Outra região considerada perigosa, de acordo com o texto divulgado pelo Departamento de Estado dos EUA, é a chamada Tríplice Fronteira, entre Brasil, Argentina e Paraguai. "Indivíduos ligados a grupos criminosos operam ao longo da Tríplice Fronteira", diz o comunicado, que afirma que, na região, há pessoas que "apóiam financeiramente grupos terroristas internacionais".

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade
FAMOSIDADES
Luan Santana faz declaração emocionante a Padre Fábio de Mello: ''Obrigada pelos dias maravilhosos''
ARTIGO - DIA DO ROCK
DIA DO ROCK - ARTIGO: 'Há um tempo atrás não muito distante...', por Lucio Gazola
DEUS SALVE O REI
Catarina é desmascarada por Afonso e é presa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Manu é sequestrada e decide trabalhar como traficante para ficar com bandidos