Menu
SADER_FULL
terça, 13 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Estudo diz que futebol ajuda mais a emagrecer que corrida

3 Set 2007 - 13h21

Em vez de usar um iPod para se distrair, quem busca emagrecer e para isso corre regularmente pode optar por uma atividade mais prazerosa para a maioria dos brasileiros: o futebol. Esse esporte é melhor do que a corrida para queimar gorduras, de acordo com um estudo realizado pela Universidade de Copenhage (Dinamarca).

A pesquisa, que será publicada no britânico "Journal of Sports Sciences", foi realizada em três meses. Foram escolhidos participantes com características físicas semelhantes, com média de 32 anos e 84,4 kg, e que não praticavam esporte regularmente havia dois anos.

Os resultados foram melhores para os 13 jogadores (excluindo-se os goleiros), que perderam em média 3,3 kg e 3,7% da gordura do corpo. Os 13 corredores tiveram desempenho médio inferior: perderam 1,8 kg e 2,1% de gordura.

As atividades aconteceram três vezes por semana durante uma hora. Os jogadores treinaram em um campo com dimensões da metade do profissional, de grama, e os corredores se exercitaram em um ritmo moderado (média de 8 km/h), ao ar livre. Não foi estabelecida dieta, apenas foi pedido aos participantes que mantivessem sua alimentação rotineira.

Além do peso, outro resultado favorável aos futebolistas foi o ganho de 1,7% de massa muscular. O benefício não foi compartilhado pelos corredores, que terminaram as atividades com as mesmas medições.

Segundo o cientista Peter Krustrup, um dos responsáveis pelo estudo, um dos motivos para os resultados é a continua mudança de ações no futebol. "O jogador altera seguidamente as ações de andar, correr, dar "sprints". Além disso ele pula, muda de direção, ataca, se choca com o adversário e usa todas as fibras dos músculos", afirma.

Opinião parecida tem o fisiologista do Corinthians, Renato Lotufo, que diz que os melhores resultados para os futebolistas são possíveis e também propiciados pelos altos momentos de intensidade desse esporte. Ele criticou, porém, o fato de a pesquisa trabalhar com 13 participantes em cada grupo, dizendo que seria melhor com uma amostra maior.

Já para o professor de educação física Gilberto José Bertevello, o futebol pode ajudar a emagrecer, mas se associado a uma dieta. "Não adianta sair do jogo e ir para o churrasco", diz.

Peter Krustrup afirma que outro fator determinante nos desempenho dos atletas foi a diversão. "O futebol é motivador. É importante que o jogador se esforce pelo time."

Na pesquisa, futebolistas afirmaram que a atividade não lhes pareceu difícil, diferentemente dos corredores, que a consideraram mais árdua.

Para o estudante Nicolai Loenne, que perdeu de 2 kg a 3 kg, foi muito divertido jogar. "O problema foi ao final dos primeiros treinos, quando o objetivo não era marcar, mas conseguir continuar correndo."

Krustrup afirma que os resultados poderiam aparecer em outros esportes, como o basquete. Segundo ele, na investigação, os praticantes das duas modalidades tiveram melhoras na pressão sangüínea e na capacidade de absorção de oxigênio, entre outras, o que significa que a corrida também tem muitos benefícios "Se você gosta de correr, continue correndo", diz.

 

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba
DE GLÓRIA DE DOURADOS PARA O MUNDO
Ana Karla é convidada especial da Hyundai para um talk show neste sábado em São Paulo
1ª INDIGENA NO GOVERNO
Índia da equipe de Jair Bolsonaro já atuou com Cauã Reymond e foi moradora de rua
FINAL DE NOVELA
Valentim beija Rosa em gravação que vai ao ar no fim de 'Segundo sol'; veja mais detalhes