Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Estudo aponta que 8% morrem em cirurgias cardíacas

14 Ago 2007 - 04h50

O número de mortes registradas entre pacientes que fizeram cirurgias cardíacas em serviços públicos do País é duas vezes maior do que o considerado aceitável em hospitais de referência no mundo. É o que revela um estudo coordenado pelo professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Antonio Luiz Ribeiro.

O trabalho, baseado em dados de 2000 e 2003, mostra que 8% dos pacientes que passaram por esse tipo de cirurgia morreram antes de receber a alta hospitalar. Se a taxa ideal tivesse sido alcançada, pelo menos 4 mil vidas poderiam ter sido poupadas nesse período, de acordo com o autor do trabalho.

Hospitais de referência em cirurgia cardiovascular dos Estados Unidos e da Inglaterra, por exemplo, apresentam em média 4% de morte. O alto índice de mortalidade no País destoa da reputação da cardiologia brasileira, reconhecida internacionalmente por sua competência. “Não podemos atribuir o problema à qualidade dos médicos. É uma combinação de fatores, que vai desde o estado do paciente até o tipo de serviço em que ele é atendido”, afirma o professor.

A consultora do Ministério da Saúde Regina Maria de Aquino Xavier concorda com a análise. Ela conta, por exemplo, que pacientes brasileiros que precisam fazer um tipo de cirurgia cardíaca - a de válvulas - apresentam um quadro muito pior do que doentes em países desenvolvidos. “Aqui, a cirurgia é feita muitas vezes em pessoas que tiveram febre reumática (uma reação inflamatória a uma infecção), problema que em outros países é menos freqüente”, observa a consultora do ministério. Mas, mesmo com as ressalvas, Regina e Ribeiro acreditam ser possível reduzir as taxas indicadas no estudo. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos com depressão comete suicídio e choca cidade