Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Estudiosos defendem o fim da reprovação no Ensino Fundamental

15 Jun 2010 - 10h00Por Portal da Educação

Especialistas acreditam que a política de progressão continuada para os três primeiros anos do Ensino Fundamental não será bem-sucedida em âmbito nacional se não for seguida de políticas de apoio. Se aprovada, as crianças de todo o Brasil só poderiam ser reprovadas ao concluírem a 3ª série.

Essa é a proposta das novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. A expectativa é que as mudanças devem ser votadas em julho pelo Conselho Nacional de Educação.

A repetência nessa fase escolar pode ter custo alto para a autoestima do aluno, concorda a coordenadora do programa Ler e Escrever, da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. “Diversos estudos mostraram que a repetência é um dos principais motivos para a desistência
escolar”, diz ela.

“É necessário que as políticas de progressão continuada venham acompanhadas de políticas de apoio aos Estados, pois há realidades diferentes e necessidades específicas em cada Estado” complementa a educadora Emileide da Costa, tutora do Portal Educação.

Para o professor da Universidade Federal de Minas Gerais e membro do Conselho Consultivo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) Francisco Soares, a escola era para poucos, a reprovação era uma arma para fazer a seleção e exclusão de alunos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido