Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 14 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

"Está na hora de parar", diz Romário

5 Jul 2007 - 09h36

O atacante Romário já começa a dar sinais de que o seu ciclo nos gramados está terminando. Durante a sua visita ao Jockey Clube Brasileiro, onde um dos páreos recebeu o seu nome em homenagem ao milésimo gol, o jogador do Vasco destacou que "está na hora de parar" e abrir espaços para futuros talentos.

"No aspecto físico eu poderia até jogar mais. Só que está mesmo na hora de parar. O tempo passa e para mim não poderia ser diferente", disse.

"Outros jogadores vêm aí e vão ajudar o Vasco a fazer um bom papel nas competições. O Vasco é forte comigo e será também sem a minha presença", emendou Romário, que descarta qualquer tipo de possibilidade de continuar em atividade em 2008.

Aos 41 anos, o camisa 11 demonstra a empolgação de antes. Além disso, sua participação nas partidas do Vasco no Campeonato Brasileiro está cada vez mais complicada.

Depois de ter marcado o milésimo (segundo contas próprias), ele tem participado apenas dos compromissos no Rio de Janeiro, mas, em função de uma torção no tornozelo, não está nem treinando.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS