Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 25 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Espanha quer colaborar com programa Fome Zero

30 Set 2004 - 17h48
A Agência de Cooperação Internacional Espanhola está em fase final de avaliação de um projeto que prevê a doação de mil toneladas de alimentos para o programa Fome Zero. De acordo com o embaixador da Espanha no Brasil, José Cordech, as últimas diretrizes do projeto serão dadas pelo governo espanhol até a próxima semana.

“Desde que o Fome Zero começou, a embaixada se mobilizou para tentar participar de alguma maneira”, lembrou Cordech. “Essa parceria se intensifica agora, com a participação da Espanha, junto com o Brasil, na luta contra a fome e a pobreza no nível mundial. Não há nenhum sentido que, em pleno século 21, milhares de pessoas não tenham o que comer ou morram de fome.“

Outra doação coordenada pela embaixada da Espanha no Brasil está prevista para o próximo mês. Os números dependem da contribuição dos patrocinadores que apóiam o evento Brasil-Espanha 2004, Esporte, Cultura e Solidariedade. Trata-se de um conjunto de atividades programadas para o mês de outubro em comemoração ao Dia Nacional da Espanha, celebrado no próximo dia 12.

Em Brasília, um dos principais eventos será a exposição de artesanato de nove estados nordestinos. Intitulada “Espanha Mostra Nordeste”, ela está montada na própria embaixada da Espanha, na quadra 811 sul do Plano Piloto. A partir deste sábado, a exposição ficará aberta ao público até o dia 17, de segunda a sexta-feira, das 17h às 21h, sábado, das 11h às 18h, e domingo, das 16h às 20h.

Cerca de 3 mil famílias de artesãos enviaram obras para a mostra, que está dividida em nove stands e nove ambientes internos, com móveis, painéis e objetos de decoração. A idéia é sensibilizar visitantes e empresários, brasileiros e estrangeiros, para a diversidade do artesanato nordestino.

A exposição conta com peças variadas. Dos santos de barro do Piauí aos azulejos do Maranhão, passando pelos bonecos de Pernambuco, rendas do Rio Grande do Norte e peças recicladas de Alagoas. Nos ambientes regionais, cadeiras de palha, estantes de casca de côco e almofadas de couro.

“Hoje o artesanato brasileiro não é mais aquela coisa bruta, feita no mato. Estamos agregando valor. O arquiteto já está participando do design, dando a sua contribuição”, acredita um dos organizadores da exposição, Júlio Medeiros. De acordo com ele, há interesse da embaixada espanhola no Brasil em levar a mostra para a Espanha. “A integração da contemporaneidade com o artesanato é hoje fundamental no mercado e nas referências culturais. É um movimento que vem acontecendo hoje no mundo.”

 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção