Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Escolas receberão equipamentos doados pela Receita

20 Set 2004 - 14h06
Um convênio entre a Receita Federal e o Ministério da Educação (MEC) vai permitir que 140 mil equipamentos eletrônicos apreendidos sejam cedidos para pré-escolas e escolas de 1ª à 4ª série. Entre os equipamentos estão CD players, gravadores, toca-fitas, rádios-relógio, gravadores portáteis e walkman. Os aparelhos serão utilizados na melhoria do sistema educacional, dentro do Programa Extraordinário de Promoção Escolar do ministério. A informação foi dada hoje pelo subsecretário de Assuntos Administrativos do MEC, Sylvio Pétrus, durante entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional AM.

Para que as escolas recebam os aparelhos foram definidos alguns critérios, de acordo com o número de equipamentos a que o MEC teve direito. “Inicialmente, escolhemos as regiões mais carentes (Norte, Nordeste e Centro-Oeste), onde as escolas públicas rurais de 1ª à 4ª série, que têm entre 51 e 150 alunos, serão as primeiras beneficiadas”, explica Pétrus, lembrando que as pré-escolas públicas rurais e urbanas dessas regiões também receberão parte do material.

Sylvio Pétrus ressaltou que, por se tratar de doação, o MEC não terá nenhum tipo de custo. Para ele, o importante nesse programa é observar que os equipamentos doados são conseqüência de contravenção, de contrabando. “Estamos dando destinação nobre e educacional a esses equipamentos”. Preocupados com a qualidade dos lotes de equipamentos da Receita Federal, técnicos do MEC realizaram uma verificação sistemática, com testes que confirmaram o bom estado dos aparelhos.

O MEC está encaminhando um contrato de doação para as prefeituras que, de acordo com Pétrus, são em torno de duas mil nas regiões previamente definidas. “Os prefeitos receberão o processo de doação com toda a relação e os critérios”, afirmou o subsecretário. “É só as prefeituras nos retornarem e nós estaremos encaminhando os equipamentos para as escolas”, acrescentou.

Os municípios onde estão localizadas as escolas também não terão custo nenhum. Um contrato entre o MEC e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) cobrirá as despesas de transporte. Sobre a origem dos equipamentos, Sylvio Pétrus informou que eles são fruto de apreensão, há dois anos, perto da Zona Franca de Manaus.

O subsecretário admite que, com base nessa primeira parceria, outros equipamentos podem chegar às escolas públicas. “Nós já estamos com novas parcerias”, informa. Segundo ele, no porto de Santos e na alfândega de Manaus há materiais aguardando o desembaraço jurídico.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

Novela Global
'O Outro Lado do Paraíso': Gael depõe contra a mãe, Sophia, em julgamento
O Apocalipse
Oziel (Castrinho) fica abalado ao ouvir as Duas Testemunhas do Apocalipse
Em cima da hora
Policiais impedem estupro de garota, veja o vídeo
Natalidade
Bebê “apressadinho” nasce dentro de carro com ajuda de agentes
Novinha
Carlos Alberto da "Praça é Nossa" vai se casar em junho com nutricionista 44 anos mais jovem
LOTERIAS NO BRASIL
Você conhece as loterias do Brasil?
Novela
Com ciúme, Neymar lamenta volta de par romântico de Bruna Marquezine à novela das sete
Famosidades
Michel Teló cancela gravação de programa depois de passar mal
DOURADOS - TASS MOTORS HYUNDAI
Concorra a um IX35, viagem para Copa e outros prêmios, faça um test-drive na Tass Motors em Dourados
Novela Global
'Outro lado': Clara corre o risco de voltar para hospício por crimes de Sophia