Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de março de 2019
prefeitura VICENTINA Março 2019
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Escola pública ganha sala de informática

25 Out 2004 - 07h35
Em uma cerimônia simples, que contou com a participação de centenas de alunos, foi inaugurada na noite da última quarta-feira em Nova Andradina a sala de informática da escola Estadual Luiz Soares Andrade, conhecida também como Centro Educacional.
Para a comunidade estudantil a conquista representa muito, uma vez que são raros os estabelecimentos de ensinos público, que pode fazer uso de computadores para reforçar as aulas bem como implementar os conhecimentos na área.
O diretor da escola, Luiz Tadao Mitisunaga, que também é vereador, disse que a implantação da sala representa muito para os alunos, que vão poder a partir de agora terem uma noção de como se manuseia os computadores. “Sempre fomos solicitados por empresas e órgãos públicos para indicar alunos carentes com o objetivo de integrar seus quadros de funcionários, mais todas às vezes os alunos perdiam a oportunidade por não saberem lidar com o computador”, disse Tadao.
Diante deste fato, assim que assumiu a direção da escola, ele passou a trabalhar no sentido de montar uma sala especial. E de imediato começou a solicitar apoio de todos os setores da sociedade local. Segundo ele, a primeira ajuda veio de uma emenda parlamentar do deputado estadual Pedro Kemp, da ordem de dez mil Reais. Logo depois o Frigorífico Independência fez a doação de três computadores e três veio da Secretária de Educação do Estado.
As parcerias asseguraram a aquisição de onze computadores, número mínimo exigido pela Secretária de Educação para o funcionamento de uma sala especial. Além destes apoios, o comércio local também ajudou no projeto. A luta da direção terminou ontem, quando o Diretor Luiz Tadao e a Diretora Adjunta Irene Galiego Destefane após agradecer os parceiros e falar um pouco do projeto, entregaram a sala especial de informática aos alunos do estabelecimento.
Três professores habilitados na área vão instruir em turnos diferentes os alunos a manusear os computadores, iniciando pela produção de trabalhos e buscas dentro dos programas existente na metodologia. A médio prazo, a escola vai montar um projeto, para instalar a internet na sala, fazendo com que avance mais o aprendizado dos alunos, acessando a rede mundial e obtendo informações que antes não era possível.
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo