Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Envolvidos em chacina podem ser condenados a 150 anos

17 Abr 2007 - 17h00
O Promotor de Justiça João Linhares Junior, da 4ª Promotoria de Justiça de Dourados, oferece denúncia agora à tarde contra Cleber Junior Garces (conhecido como Caiçara) e Fábio Teixeira Severo (Pato Louco), autores de uma chacina que resultou na mobilização da sociedade douradense contra o elevado índice de criminalidade na região.

Segundo o Promotor de Justiça, o crime foi praticado na madrugada do dia 23 de março. Os réus entraram na residência da família e praticaram a execução de quatro pessoas, das quais duas eram menores de 14 anos, o que implica na elevação da pena, caso sejam condenados, em um terço.

Cleber e Fábio, por desavenças com uma das vítimas em função da altitude de equipamento de som, mataram com tiros na cabeça Vera Lúcia Leonardo Daliaste, Bruno Rodrigues de Oliveira (13 anos) e Natália Rodrigues Lucas (8 anos); e ainda com tiros no peito e costas, Abrão Israel Lucas. Após o crime, os réus roubaram um veículo das vítimas, aparelhos de som e DVD. O veículo foi abandonado e incendiado em seguida apenas como forma de confundir o trabalho de investigação.

O Ministério Público Estadual está denunciando os réus por quatro homicídios qualificados, furto qualificado e posse ilegal de arma de fogo. Conforme o Promotor de Justiça João Linhas Júnior, a pena máxima para Cleber, responsável pela execução das vítimas, é de 151 anos e a mínima 59 anos, enquanto para Fábio que deu apoio e não fez posse de arma, máxima de 148 anos e mínima de 58 anos.

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado