Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CONTAINER
IVINHEMA

Entregador é baleado durante tentativa de homicídio em Ivinhema

27 Jul 2010 - 07h43Por Midia Max

Márcio dos Reis, 23 anos, morador da cidade de Ivinhema, ficou ferido após sofrer uma tentativa de homicídio enquanto trabalhava, ontem (26), por volta das 15h.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, testemunhas relataram que dois rapazes, em uma motocicleta, se aproximaram da vítima e disparam um tiro que acertou sua perna direita. Depois dos disparos, a dupla fugiu, mas retornou em seguida, dizendo que teriam voltado para terminar de matar o rapaz. Neste momento, uma equipe do Corpo de Bombeiros chegava ao local para socorrer Márcio, e novamente os suspeitos fugiram.

O jovem foi socorrido e encaminhado ao hospital municipal da cidade sem risco de morte. No pronto socorro, a vítima disse aos policiais que não sabe quem teria tentado matá-lo, apenas contou que realizava uma entrega para um supermercado e quando percebeu havia sido atingido por um tiro.

Testemunhas apontaram três nomes que podem ser dos autores do crime. Após a tentativa de assassinato, militares realizaram buscas, mas não os localizaram.

O caso é investigado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico