Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Entidades pedem cassação de 11 vereadores de Dourados

10 Nov 2010 - 09h20Por Diário MS
34 entidades organizadas de Dourados entregaram, ontem, dois documentos que exigem a cassação de todos os vereadores comprovadamente envolvidos no inquérito policial da Operação Uragano. Um dos documentos foi encaminhado à mesa diretora da Câmara Municipal de Dourados e outro aos partidos políticos que tem assento na casa.

 

Para o coordenador do Comitê Regional de Defesa Popular, Ronaldo Ferreira, a expectativa é de que os vereadores que ocupam as cadeiras na Câmara se manifestem. “Partimos agora para a questão legal. Esperamos que os vereadores façam essa ação para que todos os envolvidos no esquema sejam substituídos e que o escândalo não caia no esquecimento”, afirma.

Ataulfo Alves Stein Neto, do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados), ressalta que a atitude visa agilizar a cassação dos vereadores envolvidos no esquema de corrupção, deflagrado pela operação Uragano, já que por meio da mesa diretora e dos partidos políticos o processo é mais rápido. “Juridicamente o processo demora mais, porque é muito vasto. Com a ajuda da mesa diretora e dos vereadores que estão ocupando as cadeiras na Câmara, esperamos deixar para trás este período de instabilidade política e conseguir o afastamento de todos os envolvidos na corrupção”, afirma.

Os documentos ressaltam a evidência dos atos cometidos pelos vereadores, “que maculam a moralidade pública, o decoro e a boa conduta que devem ter os ocupantes de cargos públicos”. Os atos, segundo os documentos, “tipificam a abertura de processo de apuração de faltas para a cassação e perda de mandato dos envolvidos”.

O pedido encaminhado à mesa diretora coloca que a ação “merece urgência” e aponta responsabilização da mesa pela flagrante omissão de não fiscalizar e denunciar os atos, caso ela venha a se opor. O documento ressalta ainda que, este ano, vários deputados distritais e o governador do Distrito Federal foram cassados “por atos semelhantes aos ora indicados e comprovados” em Dourados.

CP
Ontem a tarde venceu o prazo para a Comissão Processante, instaurada em decorrência do relatório da CPI da Saúde, analisar a defesa do prefeito afastado Ari Artuzi e emitir um parecer sobre a cassação, ou não, do seu mandato. No entanto, os vereadores não apresentaram o relatório ontem e prometem divulgar o parecer na manhã de hoje.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'