Menu
SADER_FULL
terça, 26 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Entidades pedem cassação de 11 vereadores de Dourados

10 Nov 2010 - 09h20Por Diário MS
34 entidades organizadas de Dourados entregaram, ontem, dois documentos que exigem a cassação de todos os vereadores comprovadamente envolvidos no inquérito policial da Operação Uragano. Um dos documentos foi encaminhado à mesa diretora da Câmara Municipal de Dourados e outro aos partidos políticos que tem assento na casa.

 

Para o coordenador do Comitê Regional de Defesa Popular, Ronaldo Ferreira, a expectativa é de que os vereadores que ocupam as cadeiras na Câmara se manifestem. “Partimos agora para a questão legal. Esperamos que os vereadores façam essa ação para que todos os envolvidos no esquema sejam substituídos e que o escândalo não caia no esquecimento”, afirma.

Ataulfo Alves Stein Neto, do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados), ressalta que a atitude visa agilizar a cassação dos vereadores envolvidos no esquema de corrupção, deflagrado pela operação Uragano, já que por meio da mesa diretora e dos partidos políticos o processo é mais rápido. “Juridicamente o processo demora mais, porque é muito vasto. Com a ajuda da mesa diretora e dos vereadores que estão ocupando as cadeiras na Câmara, esperamos deixar para trás este período de instabilidade política e conseguir o afastamento de todos os envolvidos na corrupção”, afirma.

Os documentos ressaltam a evidência dos atos cometidos pelos vereadores, “que maculam a moralidade pública, o decoro e a boa conduta que devem ter os ocupantes de cargos públicos”. Os atos, segundo os documentos, “tipificam a abertura de processo de apuração de faltas para a cassação e perda de mandato dos envolvidos”.

O pedido encaminhado à mesa diretora coloca que a ação “merece urgência” e aponta responsabilização da mesa pela flagrante omissão de não fiscalizar e denunciar os atos, caso ela venha a se opor. O documento ressalta ainda que, este ano, vários deputados distritais e o governador do Distrito Federal foram cassados “por atos semelhantes aos ora indicados e comprovados” em Dourados.

CP
Ontem a tarde venceu o prazo para a Comissão Processante, instaurada em decorrência do relatório da CPI da Saúde, analisar a defesa do prefeito afastado Ari Artuzi e emitir um parecer sobre a cassação, ou não, do seu mandato. No entanto, os vereadores não apresentaram o relatório ontem e prometem divulgar o parecer na manhã de hoje.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATIMA DO SUL - JULIFRAN
Julifran Restaurante promete chopp grátis a cada gol de Borja sobre Novorizontino
BONITO - MS - AGÊNCIA BONITO ECO TOUR
Faça o que lhe faz bem! Viaje para Bonito MS!
CIUMES
Marido vê foto de outro no celular e agride mulher na cabeça e a joga para fora do carro
ORAÇÕES
Estado de saúde de Cláudia Rodrigues (a diarista) é grave
PAULISTÃO IV
“Hoje foi realmente a estreia do São Paulo”, diz Mancini após vitória
PAULISTÃO III
Carille vê Corinthians abaixo: “Fomos premiados com o empate”
PAULISTÃO II
Com falha e ‘milagre’ de Prass, Palmeiras busca empate com gol de estreante
PAULISTÃO
Santos aproveita falhas do Red Bull e abre boa vantagem no Pacaembu
MOSTRA MONITORAMENTO
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação
CRIME NA MADRUGADA
Mulher é brutalmente assassinada; carro foi visto deixando o local