Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Energia elétrica já está 19,46% mais cara em MS

30 Ago 2004 - 09h42
A tarifa de energia elétrica está mais cara, em média, 19,46%, para os 1,84 milhão de consumidores da Elektro no interior de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Para os consumidores residenciais, o reajuste será de 16,55% e para os grandes consumidores (como as indústrias), de 24,02%. Nos últimos 12 meses, a inflação medida pelo IPCA ficou em 4,42%. A alta do dólar em 2002 e 2003 foi responsável por 3,82 pontos percentuais no aumento da tarifa da Elektro. O dólar tem impacto porque as distribuidoras de energia das regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste são obrigadas a comprar energia da hidrelétrica de Itaipu, que vende em dólar.
Os reajustes são diferenciados - menores para residenciais e maiores para grandes consumidores - porque o governo está, aos poucos, retirando subsídios das tarifas. Os subsídios faziam com que os consumidores residenciais pagassem tarifas mais altas para que as indústrias pagassem menos pela energia
.
 
 
Dourados Agora

Deixe seu Comentário

Leia Também

GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'
ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’