Menu
SADER_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Empresa tem prejuízo com 720 telefones públicos em MS

13 Jul 2004 - 14h27

Em torno de 720 telefones públicos, o que corresponde a 5% do total de 14,4 mil no Estado, são depredados todos os meses em Mato Grosso do Sul, segundo informação da Brasil Telecom.

 

O índice é considerado baixo pela operadora e a maior incidência, segundo a companhia, ocorre na região de Ponta Porã, próxima a fronteira com o Paraguai e na capital, Campo Grande, especificamente no bairro Nova Lima.

 

No ano de 1998 o índice de vandalismo, segundo a empresa, ficava próximo de 30%, o que, considerando o número de orelhões naquele ano significa algo próximo de 1,8 mil aparelhos danificados ao mês.

 

Dos terminais, 60% estão no interior do Estado e o restante na Capital. Segundo avaliação da Brasil Telecom, as mudanças ocorridas após a privatização do Sistema Telebrás foram decisivas para a redução das ações de vandalismo contra estes equipamentos.

 

Alguns dos pontos que a empresa destaca são a disponibilidade de um aparelho a cada 30 metros, modernização do serviço com a implantação de um sistema de manutenção preventiva que possibilita a empresa detectar defeitos ou qualquer irregularidade com o equipamento antes mesmo do cliente saber e a constante manutenção dos telefones.

 

CG News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário